terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Invasores deixam sede do Incra em Paragominas



Cerca de 20 famílias das 150 que haviam invadido a sede do Incra, em Paragominas, no dia 06 de dezembro, desocuparam o local.

No último dia 17 boa parte das famílias decidiu ser remanejada para terras do Iterpa em Paragominas e terras do Incra em Ipixuna do Pará, nordeste do estado. Das 150 famílias que estão sem terra, 132 haviam saído da sede do instituto com promessas de doações de cestas básicas e lonas, para construções de barracos. Mas, houve resistência por parte de 20 famílias que insistiam em continuar no local.

Após 20 dias acampados na parte exterior do Incra, e com o começo do período chuvoso em Paragominas, os invasores se sentiram obrigados a abandonar o prédio e foram remanejados para Ipixuna do Pará, numa área de 150 hectares. Até a tarde de ontem (28), não havia mais nenhuma família na área.


Bruno Nascimento, de Paragominas.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Minha casa, minha vida: Paragominas é contemplada com 967 unidades habitacionais.





Na manhã de terça-feira (22) foram assinados convênios para construções de 967 unidades habitacionais em Paragominas, sudeste do estado, através do Programa Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal. O prefeito Adnan Demackhi, Geraldo Blitiz, representando a Minerado Vale, deputado federal Zenaldo Coutinho e Evandro Narciso, superintendente da Caixa Econômica no Pará, assinaram juntos um convênio para inicio das construções das casas populares. Obras que irão gerar mais de 600 postos de trabalho na área da construção civil, e injetará na economia do município cerca de R$ 40.000.000,00 até 2011.

Famílias carentes terão muito a comemorar, isso por que, através do banco de dados do programa Bolsa Família, será feita a seleção dos futuros moradores.

As obras terão inicio imediato. O nome do mais novo bairro será “Morada do Sol”, uma área de 150 mil m². O “Morada do Sol” será o primeiro bairro a ser inaugurado já com ruas asfaltadas, tratamento de água e esgoto. Uma creche e um posto de saúde da família também irão compor os serviços básicos do bairro, obras que terão apoio Mineradora Vale.

“Ao todo serão 967 unidades habitacionais: 265 casas com dois quartos cada e 44 blocos de quatro pavimentos, o que totaliza 704 apartamentos, também com dois quartos. Entendemos que é um salto muito importante na qualidade da moradia na cidade, já que o residencial vai nascer estruturado, novo”, afirma o prefeito.

A cidade conta com quatro residenciais construídos pelo poder executivo. Este será o quinto a ser executado, diminuindo o déficit habitacional da cidade. Estudos recentes feitos pela Fundação João Pinheiro (MG) aponta um déficit de 2.245 moradias em Paragominas.

“Cada beneficiado, terá que assinar junto a prefeitura e Caixa Econômica, um contrato onde ele se responsabilizará em não vender essa casa nos próximos dez anos”, afirma Demackhi.

Para Evandro Narciso, superintende da Caixa, “Cada casa está avaliada em R$ 39.000,00. Um trabalhador que ganha apenas um salário mínimo, irá efetuar o pagamento mensal de R$ 50,00, totalizando por 120 meses, ele apenas pagará R$ 6.000,00”.

O conjunto “Morada do Sol” será construído próximo ao conjunto habitacional “Olga Moreira”, no bairro Promissão III, a previsão de entrega será no mês de março de 2011.


Bruno Nascimento, de Paragominas.

Casal de traficantes é preso em Paragominas.



Uma equipe comandada pelo cabo Célio Luiz Nascimento Guimarães do 19º Batalhão de Polícia Militar, conseguiu prender em flagrante um casal de traficantes, em Paragominas. Trata-se de Marcos José Pinheiro Filho, vulgo "Porquinho da Índia", 28, e Antônia da Paz Lopez Texeira, vulgo "Do pó", 34 anos.


Segundo a polícia, a equipe estava em diligência, na madrugada de ontem (22), quando percebeu algumas pessoas em atitude suspeita, em uma kit net, na Rodovia PA 256, "Km 12 de Paragominas".


Os policiais revistaram o espaço e encontraram "Porquinho da Índia" consumindo drogas. Após uma revista minuciosa, foram encontradas 13 petecas de "nóia" em uma caixa de medicamentos, pronta para serem revendidas, e mais R$ 100,00 em espécie e R$ 25,50 em moedas.


"Porquinho da Índia" disse que é apenas usuário de drogas. Já a "Do Pó", tem passagem pela polícia de Paragominas, mas, segundo ela, há muito tempo ela não trafica entorpecente.


Marcos e Antônia estão convivendo há quatro anos. A família de Marcos é contra a relação dos dois por causa do envolvimento com tráfico de drogas. O casal foi encaminhado para a 13ª Seccional de Paragominas, e foi autuado em flagrante por trafico de entorpecentes pelo delegado Carlos Magalhães.


O "Porquinho da Índia" será encaminhado para o Centro Regional de Recuperação de Paragominas (CRRP) e a "Do Pó" será encaminhada para o Centro Regional do Coqueiro em Ananindeua.


Bruno Nascimento, de Paragominas.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Sem terra começam a desocupar sede do Incra em Paragominas.



Após três horas de negociações com representantes da Superintendência Regional do Incra de Belém, Iterpa, Superintendência Regional da Zona Guajarina, Prefeitura de Paragominas, VI Comando do Policiamento Militar, Ouvidoria Agrária do Incra e Iterpa, Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa do Pará, mais de 150 famílias começam deixar hoje a sede regional do Instituto de Colonização e Reforma Agrária de Paragominas (Incra).

A reunião foi realizada no auditório da Prefeitura de Paragominas, com espaço lotado, começou com ânimos alterados por parte dos sem terras. Após o questionamento do ouvidor agrário Mário Tito, o porquê não os manifestantes haviam convidados a Vara Agrária de Castanhal a está presente na reunião. “Assim como vocês nos chamaram, chamem eles também, para que eles possam ver a realidade de vocês, a liminar partiu deles. Nossa obrigação é cumprir o mandato judicial”, disse ouvidor.

Em seguida foi à vez do superintendente do Incra, Elielson Pereira, que fez algumas verbalizações, sobre qual seria o procedimento correto. “Hoje no estado, temos mais de 124.000.000 hectares de terras públicas, sendo que mais de 75% já estão ocupadas. São dados. E para conseguir terras com os 25% restantes é difícil por temos que respeitar a lei ambiental. Para se criar uns assentamentos, têm que ver as disponíveis. Já que boa parte das terras já estão griladas e registradas em Cartórios. Além disso, para se criar assentamentos, devemos fazer estudos e ver se a pessoa que pleiteia a terra, preenche todos os quesitos exigidos por lei” afirmou Elielson.

Após três horas de negociações, ficou decido provisoriamente as retiradas das famílias da sede do Incra em Paragominas. 46 famílias serão remanejadas para um acampamento em Ipixuna do Pará, nordeste do estado. Outras 100 serão levadas áreas do Iterpa, em Paragominas. Todo transporte será custeado pelo Incra, além de doações de cestas básicas, lonas e 50 hectares com roça mecanizada para os sem terra trabalhar.

Para março do próximo ano, foi marcada uma nova reunião para decidir para onde serão remanejadas as 146 famílias.

A sede do Incra foi invadida após o início das ações de reintegração de posse realizadas em Paragominas, onde 146 famílias foram retiradas de terras invadidas, em seis fazendas no município. Os proprietários conseguiram da Vara Agrária de Castanhal, a 200 km de Paragominas, liminares que concederam as reintegrações de posses.
Sem ter para onde ir às famílias invadiram a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A ocupação que durou mais de uma semana, o que fez o atendimento paralisar.

Bruno Nascimento, de Paragominas. 

Ex-presidiário é executado em Paragominas.



O crime aconteceu ontem, por volta das 17h, no bairro Jaderlândia, área periférica de Paragominas, sudeste do estado.

Segundo um dos familiares da vitima, dois homens perguntaram se ali venderia “pó”. O sobrinho da vítima disse que não. Logo eles perguntaram se “Pacotinho” estaria em sua residência. Quando a vítima foi chamada até o portão da casa para atender os desconhecidos, imediatamente eles sacaram uma arma, e disparou um tiro certeiro na mandíbula inferior, outro no pescoço.

Mesmo gravemente ferido, Antônio José de Jesus Freitas, 38 anos, chegou a correr em direção ao quintal da casa que está em construção. Ele conseguiu correr uns 20 metros e tentar pular o muro do vizinho. Foi quando ele caiu. Logo ele foi socorrido por sua mãe, que tentou falar com ele, mais logo veio a óbito.

Em vida “Pacotinho” chegou a cumprir pena por homicídio no presídio de Americano em Santa Izabel, cerca de oito anos atrás.

Segundo a família da vítima, ele já estava resocializado e trabalhava como trabalhador rural em uma colônia em Paragominas. E não sabe dizer o motivo que levou os assassinos disparar contra “Pacotinho”.

Sua irmã, Antonia de Jesus Freitas, vulgo "Tonha", 41 anos, cumpre desde novembro, pena no Centro Regional do Coqueiro em Ananindeua, por tráfico de drogas, além de ter cumprido pena em regime fechado no Centro Regional de Recuperação de Paragominas (CRRP).

O caso foi comunicado a 13ª Seccional de Paragominas, onde o delegado Carlos Magalhães, instaurou um inquérito para apurar quem seria os assassinos. 

Bruno Nascimento, de Paragominas.


quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Vale Alfabetizar forma 542 alunos em Paragominas.



A solenidade de formatura ocorreu ao céu aberto na praça “Célio Miranda” em Paragominas, sudeste do estado. Onde reuniu autoridades municipais. Esteve presente na solenidade de formatura, o prefeito Adnan Demackhi, à secretária de educação, Mousimere Costa e representantes da Mineradora Vale.

O programa Alfabetização Solidária (Alfasol) trabalha em parcerias com instituições de ensino superior e a Prefeitura de Paragominas.

A iniciativa tem por objetivo reduzir os índices de analfabetismo nas regiões onde a Mineradora Vale atua por meio da alfabetização e do acesso à educação de jovens e adultos.

O programa atende brasileiros com mais de 15 anos que não foram alfabetizados. De 2000 a 2008, mais de 114 mil pessoas concluíram o programa em todo o Brasil. No Pará, foram mais de 52 mil pessoas, sendo mais de 6 mil alunos em 2008. Em 2009 foram ofertadas mais de 4.500 mil vagas em 10 municípios paraenses: Acará, Abaetetuba, Barcarena, Moju, Paragominas, Parauapebas, Marabá, Canaã dos Carajás, Curionópolis e Eldorado do Carajás. O Programa, que também apoia a Educação de Jovens e Adultos (EJA), acontece em municípios dos estados do Maranhão, Espírito Santo e Minas Gerais.

Projeto Ver
 
O Vale Alfabetizar promove também o Projeto Ver, que desde 2005 realiza doações de óculos para alunos do programa. Com isso, diminui os problemas de visão em sala de aula, um dos principais motivos de evasão de alunos das escolas. Só este mês, o projeto realizou a entrega de 300 óculos para estudantes em Paragominas.

Bruno Nascimento, de Paragominas, com informações Ascom Vale.

Traficante é presa na Cidade Nova, em Paragominas.




Na manhã de ontem a equipe de investigadores da 13ª Seccional de Paragominas, sudeste do estado. Prendeu Angelita Guimarães Lima, 43 anos. Ela foi atuada flagrante de drogas com 400 gramas de maconha imprensada dentro de sua própria residência no bairro Cidade Nova, área de maior incidência de tráfico de drogas na cidade.




Angelita vinha sendo monitorada pela polícia desde a prisão de seu marido que cumpre pena por tráfico de drogas no Centro Regional de Recuperação de Paragominas (CRRP).

A acusada é proprietária de bar na rua Guarany, local considerado área vermelha em Paragominas. Em sua versão ela contou que um rapaz que ela não sabe identificar desceu de uma motocicleta e pediu para ela guardar uma sacola, em seguida ele voltaria para apanhar junto com um amigo.

Desconfiando, seu filho pediu para Angelita não guardar a sacola, desconfiado que fosse drogas. Mesmo  assim, ela insistiu em guardar e se deu mal.

Ela foi encaminhada para 13ª Seccional de Paragominas, e foi atuada pelo delegado Cezar Magalhães, por trafico de entorpecentes e pode pegar até 15 anos de cadeia.

Bruno Nascimento, de Paragominas.

Recrutador do tráfico vai preso em Paragominas.




Na última segunda-feira foi preso em flagrante o cearense João Batista de Alcântara, 37 anos, junto com ele, a Policia Civil encontrou 13 petecas de cocaína. A prisão foi efetuada no residencial José Alberto de Araújo, área periférica de Paragominas, sudeste do estado.

Após a operação “Nautillus II” onde foram fechados mais de 40 pontos de tráficos de drogas, dados indicam que nos últimos quatros meses o mercado de entorpecentes deu uma reduzida na cidade.

João Batista já estava sobre investigação por policiais da 13ª Seccional há quatro meses. Ele já estaria recrutando pessoas para a revenda de drogas na cidade. Segundo informações, ele teria pretensões em trazer pessoas de Açailândia/MA, para abrir pontos de tráficos de drogas em Paragominas.

Como o mercado já havia sido desarticulado pela Policia Civil desde agosto, se o plano entrasse em ação, ele seria o comandante do mercado de entorpecentes na cidade.

Segundo a policia, ele não tinha local fixo. Sempre se instalava em hotéis, casas alugadas e sempre em viagem para outros municípios ligados a Paragominas. Na casa onde ele foi preso, havia apenas uma rede e uma mala com roupas.


Após ser encaminhado para o prédio da 13ª Seccional de Paragominas, os investigadores Paulo Henrique, Denílson, Monteiro e Roberto, descobriram que João Batista de Alcântara, tem mandatos de prisão já decretados pelos Poderes Judiciários dos estados de Ceará, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Alagoas, Bahia e três somente do estado de Minas Gerais.

João Batista de Alcântara nega a acusação. Segundo ele, não conhece esses outros estados, e nem teria passado por algum deles. Disse ainda, que é motorista e estava à procura de emprego na cidade.  

Ele foi atuado em flagrante por tráfico de entorpecentes, pelo delegado Cezar Magalhães da 13ª Seccional de Paragominas. 

Bruno Nascimento, de Paragominas. 

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Natal verde é no Parque Ambiental de Paragominas



Pela primeira vez, desde que foi criado em 2007, o Parque Ambiental de Paragominas será o cenário – perfeito – para as comemorações de fim de ano, no município do nordeste paraense. De 17 a 27 de dezembro, sempre a partir das 18h, a Prefeitura de Paragominas, através da Secretaria Municipal de Cultura, promove o “Natal encantado”, com uma vasta programação para as crianças de todas as idades.

O Parque, que tem cerca de 13 hectares de área verde – uma das cores do Natal –, estará todo enfeitado com motivos natalinos e vai se transformar na vila do Papai Noel. Uma árvore de 12 metros foi montada dentro da “lagoa da serpente”, com a impressão de estar flutuando sobre as águas. A madeira usada na fabricação da árvore veio do reflorestamento e as luzes são de LED, um material bem superior dos que normalmente são usados nos “famosos pisca-piscas”.



Segundo a secretária de Cultura, Aparecida Luciano, o Natal de Paragominas vai ser pra lá de especial. “Este ano estamos inovando muito, usando materiais mais modernos para dar destaque ao Parque, como as luzes LED que vão iluminar a árvore de natal gigante”, fala.


A secretária conta que parte do cenário construído no Parque foi idealizado pelo próprio prefeito Adnan Demachki, como a disposição da árvore e do presépio, a chegada do papai Noel e a neve que vai cair durante todo os dias de programação. “Quem diria que um dia iria nevar em Paragominas?”, brinca Aparecida.


As novidades não param por aí. A Feira de Arte e Cultura, mais conhecida como FAC, vai mudar de lugar. Em dezembro, ela se muda da Praça Célio Miranda para Parque Ambiental, com as famosas “comidinhas” e a feirinha de artesanato. Além da FAC, o Sebrae, importante parceiro da PMP, também vai ganhar um espaço dentro do Parque para mostrar os trabalhos artesanais locais .



Para Aparecida Luciano, o Natal é a festa da família. Por isso, segundo a secretária, há uma intensa mobilização de todas as secretarias para uma grande participação popular no evento. “Queremos que todos participem da festa, que as famílias compareçam para confraternizar conosco e viver esse clima de Natal que contagia e que tanto nos alegra”, afirma Aparecida. “Estamos buscando parceiros para conseguirmos ônibus para trazer aquelas pessoas que moram nos bairros mais afastados, para que elas também possam participar da festa”, completa.



O momento mais aguardado, segundo o próprio prefeito, será a chegada do Papai Noel, “que virá do Pólo Norte diretamente para o Parque”. “O Papai Noel vai chegar sábado à noite (20h), pousando no Parque Ambiental, sem escalas”, descontrai Adnan Demachki.




Em todas as noites de evento, haverá apresentações de música, autos natalinos, dança e teatro, a partir das 20h. Não fique de fora e aproveite! Acompanhe a programação no guia abaixo:



17.12.09
Quinta: BANDA MUNICIPAL DANIEL NASCIMENTO


18.12.09
Sexta: ASSOCIAÇÃO DOS INSTRUMENTISTAS DE PARAGOMINAS (Recital Natalino)


19.12.09
Sábado: CHEGADA DO PAPAI NOEL;
APRESENTAÇÃO NATALINA DO COLÉGIO SOPHOS; BANDA MUNICIPAL DANIEL NASCIMENTO


20.12.09
Domingo: “AUTO DE NATAL” DA ESCOLA MUNICIPAL DE DANÇA E ESCOLA MUNICIPAL DE TEATRO; GRUPO YUCATÃ



21.12.09
Segunda: “AUTO DE NATAL” DO PETI / SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA
SOCIAL / PROJETO RENASCER



22.12.09
Terça: REAPRESENTAÇÃO DO “AUTO DE NATAL” DO PETI / MINISTÉRIO DE DANÇA
DA IGREJA BATISTA MISSIONÁRIA


23.12.09
Quarta: “CANTATA DE NATAL” DA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLÉIA DE DEUS DE
PARAGOMINAS


24, 25 E 26.12.09
Quinta, Sexta e Sábado: BANDA MUNICIPAL DANIEL NASCIMENTO


27.12.09
Domingo: IGREJA ADVENTISTA DO 7° DIA e BANDA MUNICIPAL DANIEL NASCIMENTO
Ascom Prefeitura de Paragominas. 

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Jornalista é baleado durante evento em Paragominas


O jornalista Abmael Bezerra foi atingindo por um tiro na boca, durante um evento beneficiente ocorrido em Paragominas, no último domingo. O incidente ocorreu por volta de 1h30, quando houve um princípio de tumulto durante a saída do local.

Durante a confusão, alguns disparos foram efetuados e Abmael foi atingindo por um tiro, que atravessou a sua boca. Testemunhas disseram que um dos disparos teria sido efetuado por soldado, do 19º Batalhão de Policia Militar de Paragominas.


Um grupo de policiais que estava no local foi o mesmo que trabalhou na segurança no estádio Olímpico, onde aconteceu a final do campeonato da Liga Desportiva de Paragominas na tarde do último sábado. O jornalista participou como convidado na cobertura da Rádio Clube de Paragominas.

Segundo testemunhas e jornalistas que estavam no local, Abmael não esboçou reação, no entanto, um soldado da PM, insistia em apontar a arma em sua direção.

A vitima foi levada pelo radialista João Glória para o Pronto Socorro Municipal de Paragominas (PSM). Após os primeiros atendimentos foi repassada a informação que ele teria quebrado sua mandíbula inferior, e logo perdido quatro dentes, além disso, a vitima usa aparelho dentário, o que piorou mais a situação.
Abmael foi encaminhado para o Hospital Metropolitano em Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém. Durante o percurso, cerca de cinco horas de viagem, o jornalista perdeu muito sangue. Até a meia-noite de domingo, Abmael havia passado por três cirurgias, mais seu estado ainda continuou grave.

Versão dos policiais

O cabo Cláudio Márcio Cordovil Couto e os soldados Marcio Cleibe Costa Oliveira e Marcelo Rodrigues Feitosa foram, na manhã de domingo, até 13ª Seccional de Paragominas, acompanhados de um advogado, e declararam para a Policia Civil que havia um grupo de pessoas brigando do lado de fora do evento, e que supostamente seria uma gangue.

Em depoimento, um dos PMs afirmou ter efetuado um disparo para o alto. Os soldados disseram ainda que avistaram um rapaz baleado com um tiro no rosto e foi socorrido por seus amigos.

Segundo o Coronel Almedra, responsável pelo 19º BPM, os três subordinados suspeitos da ação estão retidos no quartel, junto com eles, suas armas que foram usadas nas rondas ostensivas. Foi instalado um inquérito no próprio batalhão. Em seguida será levado para a corregedoria geral.

O delegado Raimundo Xavier, expediu um ofício pedindo que as armas sejam levadas para a 13ª Seccional, em seguida serão encaminhadas para o Centro de Perícias Cientificas “Renato Chaves” de Castanhal, a 200 km de Paragominas, o inquérito tem 30 dias para ser concluído

(Diário Online com informações de Bruno Nascimento de Paragominas)

Transexual é detida após chamar atenção da PM.



Foi no último sábado (05), durante a realização da primeira marcha do orgulho gay, em Ipixuna do Pará, nordeste do estado. O evento reuniu um público de aproximadamente mil pessoas.

Durante a concentração às margens do Rio Ipixuna, por volta da 01h, aconteceu um assalto no local onde o movimento LGBT de Ipixuna do Pará estava reunido. Nessa ocasião a transexual "Bárbara Pastana", chegou a chamar à atenção da Polícia Militar, de cima de um trio elétrico, onde estava estacionada uma viatura a poucos metros do evento.

Ela usou as seguintes palavras: "Vocês policiam! O que fazem aí parados? Tá acontecendo um assalto aqui no meio da multidão. Se não querem trabalhar, larguem a farda".


Logo mais, uma equipe da Companhia de Polícia Militar de Ipixuna do Pará, pediu a transexual que a acompanhasse até a delegacia do município. Segundo a polícia, ela não quis ir de forma pacífica.

Então foi usada a força necessária para detê-lo. "Qualquer manifestação é pública. Eu posso ter direito de me expressar, sou do povo. As pessoas estavam sendo assaltadas, e a polícia estava longe", disse "Bárbara".


Em seguida, boa parte do público foi para frente do prédio da PM pedindo que liberassem "Bárbara". Uma colega subiu na carroceria da viatura e se recusou a descer enquanto não liberassem a transexual. "O que me revoltou é que a Bárbara, pediu para os policiais não puxarem ela, que ela iria numa boa", disse "Symy Harrat", coordenadora do Movimento de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais do Pará (LGBTT).

Ambas foram encaminhadas para a delegacia. Segundo o sargento Borges, "Ela estava incentivando um tumulto público. Nosso efetivo é pequeno. No momento que aconteceu o assalto estávamos atendendo mais duas ocorrências", afirmou o sargento Borges.


Na delegacia de Ipixuna Bárbara e Symy foram recebidas pelo delegado Raphael Souza, que realizou um TCO, por incitação à população contra a Polícia Militar. Logo em seguida todos foram liberados.


Bruno Nascimento, de Paragominas. 

Sem Terra continuam na sede do Incra em Paragominas.




A sede do Incra foi invadida após o início das ações de reintegração de posse realizadas em Paragominas, onde 150 famílias foram retiradas de terras invadidas, em seis fazendas no município. Os proprietários conseguiram da Vara Agrária de Castanhal, a 200 km de Paragominas, liminares que concederam as reintegrações.



Sem ter para onde ir às famílias invadiram a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A ocupação que dura mais de uma semana, fez o atendimento paralisar. A previsão é de que tudo seja definido no próximo dia 17.


As famílias esperam firmar um acordo junto ao Incra, Sagri, Emater, e prefeituras de Paragominas e Ipixuna do Pará, para que os mesmos possam prestar assistência às famílias despejadas das Glebas 67 e 70 (Fazenda Vale do Uraim).


Se forem remanejadas para assentamentos em Paragominas e Ipixuna, elas solicitam a doação de materiais para que possam construir barracas de lonas, além da distribuição de cestas básicas, assistência a saúde, escolas, transporte escolar, e assistência técnica mecanizada com adubo. Eles exigem também lugar onde as famílias possam ser assentadas, cada uma delas com cinquenta hectares no prazo de três meses.

Toda responsabilidade dos cumprimentos estão recaindo sobre a gerencia regional do Incra. Na reunião do próximo dia 17 deve ser discutida, entre outras coisas, a forma como estão sendo feitas as reintegrações de posse (desde o último dia 04). Na reunião estarão presentes as prefeituras convidadas, representantes do Instituto de Terra do Pará (Iterpa), órgãos de segurança e do judiciário, movimentos sociais, ONG’s de defesa dos direitos humanos e o Ministério Público.

Bruno Nascimento, de Paragominas. 

Mais um líder camponês ameaçado de morte em Ipixuna do Pará

O líder camponês Jorge Jair Cardoso de Araújo, 39, esteve nesta segunda-feira, 14, na Comissão de Direitos Humanos, da Assembléia Legislativa, denunciando que vem sendo ameaçado de morte por homens ligados a um dono de serraria, no município de Ipixuna do Pará. Ele veio para Belém após execução, com cinco tiros, no início do mês, de Edílson Gonçalves Batista, 43, conhecido por Caparrato, outro líder camponês que vivia na região. “Eu estava ao lado do Caparrato quando ele foi assassinado, só que eu corri para me livrar dos tiros”, afirma, revelando que o clima continua muito tenso na região, sem que ninguém seja punido.

O agricultor informou ainda que no final de semana, três homens que teriam ligação com o dono da serraria foram até a sua casa, na localidade de Canaã Vila dos Palmeiras, ameaçar a sua mulher e espancar um de seus filhos. O caso foi registrado na Comissão de Direitos Humanos, da Alepa, e na Polícia Civil, do município de Paragominas, para que sejam tomadas as providências cabíveis.  

Tânia Monteiro, de Belém/PA.  

Ipixuna completa maior idade.



Em tom de alegria, o prefeito Evaldo Cunha (PT) fez esse discurso. No último dia 13 durante as comemorações do aniversário da cidade.  


Na oportunidade, a gestão do governo “Para Todos” entregou para a comunidade João Paulo II, a escola construída recentemente, “Professora Antunina Waldevino dos Santos” que atenderá mais de 1.500 alunos do primeiro ao nono ano, já no inicio letivo de 2010. A escola conta com uma área ampla, com 20 salas, 12 delas, apenas para lecionar aulas. “Não podemos pensar em futuro, sem pensar em educação”, disse o prefeito. Em seguida juntamente com a primeira dama, cortaram a faixa, inaugurando oficialmente a nova escola que facilitará a vida de muitos jovens do bairro João Paulo II, área periférica da cidade.  


Em seguida, foi à vez de a saúde receber benefícios. 57 Agentes Comunitários de Saúdes (ACS) receberam bicicletas para locomoções, criando uma maior agilidade no atendimento a população ipixunense. Além do primeiro consultório odontológico da cidade que atenderá em média 100 pacientes por semana. Nas seqüências de presentes para cidade, o Governo do Estado, passou a chave de um carro, o que ajudará no controle de doenças relacionadas à malária, dengue, entre outras. A cidade vem sentindo os avanços na saúde a cada dia, até o final de 2010, o município receberá o Hospital Regional do Capim que atenderá mais de 10 cidades vizinhas a Ipixuna do Pará, às margens da Rodovia Belém-Brasilia.  


Outra noticia boa para cidade: a partir de junho do próximo ano, será entregue o terminal rodoviário da cidade. Com espaço amplo e moderno, que já está sendo construído com recursos próprios da prefeitura, uma obra avaliada em um milhão e meio de reais.  


“O que queremos é dá conforto para o nosso povo, invés de ir a Paragominas ou em outras cidades comprar passagens para cidades distantes, eles vão poder comprar aqui mesmo” disse Evaldo. 


A noite foi à vez de mais de cinco mil pessoas se reunirem em um só local, para dá os parabéns para cidade que completou sua maior idade, 18 anos. Além do show pirotécnico de cinco minutos que iluminou o céu de Ipixuna do Pará, umas das cidades que mais cresce em todo o estado. 

Bruno Nascimento, de Paragominas. 

sábado, 12 de dezembro de 2009

Ex-policial da extinta Patam é executado em Paragominas.




O crime aconteceu na última quinta feira (10) às 18h50, aonde uma pessoa desconhecida veio em uma motocicleta sacou uma arma calibre 38 e disparou tiros a queima roupas no Ex-PM da extinta Patam, Luiz Gonzaga da Costa Cavalcante.  (Cavalcante).


No horário no crime o bairro Promissão II, periferia da cidade estava sem energia elétrica, o que facilitou a fuga do homicida. 

Apenas o enteado, um menor de apenas treze anos presenciou tudo. Mais segundo informações prestadas no BO ele não conseguiria identificar o autor dos disparos.

Quando o homicida fez o primeiro disparo ele não teve êxito, fazendo com que a vitima fosse a sua direção, e deu uma tapa no rosto do homicida. Mas a arma continuava na mão do assassino. Ele chegou a cair, mais efetuou disparos com o Ex-PM. Após disparar cinco tiros certeiros à queima roupa, o assassino não identificado evadiu-se do local a pé. Em seguida ele teria pegado uma carona com um motoqueiro, segundo informações, o motoqueiro já estaria a sua espera.

José  Carlos Gomes Cavalcante teve morte instantânea, chegando a cair no portão de sua residência. Cavalcante chegou a comentar com sua família que estaria sendo ameaçado de morte. Mas não revelou nomes. Em Paragominas, sudeste do estado, ele tinha uma empresa de segurança particular. O qual era uma referencia pelos trabalhos realizados na cidade. Um deles, foi na décima edição dos Jogos dos Povos Indígenas.


O corpo foi removido pela Policia Civil até o necrotério da cidade, que funciona no Hospital Municipal de Paragominas, em seguida foi levado para o Centro de Perícias Renato Chaves em Castanhal, a 200 km de Paragominas.


Homens do 19º  Batalhão de Policia Militar de Paragominas estão aumentando suas rondas ostensivas, com base nas informações cedidas pela população e pelo próprio enteado da vitima, no sentindo de capturar o homicida.


O caso foi registrado na 13ª Seccional de Paragominas, pelo delegado Raimundo Xavier. 

Bruno Nascimento, de Paragominas. 

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Prefeito de Paragominas é hexacampeão do prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar

O tão aguardado sonho do hexa não se tornou realidade só para o Flamengo. Em Paragominas, nordeste do estado, professores, merendeiras, pais e alunos do ensino municipal aguardavam ansiosos a entrega do Prêmio “Gestor Eficiente da Merenda Escolar” dado, pelo sexto ano consecutivo, à gestão do município. A cerimônia de entrega da premiação foi realizada ontem, 9 de dezembro, no Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, em Brasília.O prefeito de Paragominas, Adnan Demachki, recebeu com orgulho, das mãos do presidente Lula, a estatueta do “Menino Maluquinho”, garoto-propaganda da premiação. Este ano, mais de 1000 prefeituras se inscreveram para participar, mas apenas 32 conseguiram ser campeãs. “O prêmio é um termômetro se a nossa administração realmente está preocupada com a educação e alimentação de nossas crianças. Graças aos esforços de nossos profissionais, conseguimos o reconhecimento de que cuidamos sim – e muito bem, dos mais de 30 mil alunos atendidos pela rede municipal de ensino”, afirma o prefeito hexa-campeão. 

Ao entregar a estatueta para Demachki, Lula brincou dizendo que os outros prefeitos não precisavam ter inveja de Adnan, por ele ter levado o prêmio seis vezes. No seu pronunciamento, Lula falou que a premiação é um incentivo às prefeituras. “Um prêmio como este é um  símbolo moral para o prefeito, ético, em que ele pode afirmar que é honesto com o cumprimento de suas obrigações”, falou o presidente.
Desde que foi criado o prêmio, Paragominas é campeã. A primeira vez foi ainda na gestão de Sidney Rosa, em 2004. De lá pra cá, Demachki coleciona troféus e diz que não vai parar por aí. “Para o ano que vem, estamos preparando novidades. Uma delas é produzir as verduras, legumes e frutas de forma orgânica, ou seja, sem o uso de agrotóxicos”, conta Demachki.

Em Paragominas, os alunos da Educação de Jovens e Adultos recebem a mesma merenda fornecida para as crianças do ensino fundamental. “Este ano, o governo federal aprovou uma lei que estende o direito à alimentação escolar a todos os alunos que freqüentam as escolas públicas de ensino médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Em Paragominas, os alunos do EJA já merendam na escola, mesmo antes deaprovada a lei. Isso mostra nosso comprometimento com a educação e alimentação de todo o nosso alunado”, afirma.

A merendeira Francenilda Gomes, que trabalha na escola municipal Bem Te Vi, no bairro JK, diz que a cara que as crianças fazem ao receberem o prato cheio é o melhor termômetro para medir o grau de satisfação delas com o alimento que recebem. “É muito gratificante ver a carinha deles na hora do lanche. É cara de felicidade. Aí a gente vê que a nossa dedicação vale a pena”, fala a orgulhosa Francenilda.


No cardápio da merenda escolar de Paragominas, frutas, legumes e verduras. Produtos frescos que vem  direto do pequeno produtor para as cantinas das escolas municipais. Cheiro-verde, cariru, alface, pepino e abóbora são apenas alguns produtos que vem das hortas e pequenas plantações da região. Segundo Walmir Nogueira, coordenador da Merenda Escolar de Paragominas, a parceria com pequenos produtores é um dos motivos para o sucesso do programa. “A gente trabalha com compra direta do produtor, livrando-nos dos atravessadores. Isso faz com que consigamos maior quantidade do produto a um preço mais acessível, sem perder qualidade”, revela o coordenador.

Segundo a nutricionista da Secretaria Municipal de Saúde (SEMEC), Galbany Cardoso, o menu está sempre mudando, até para que as crianças não enjoem a alimentação. Além disso, podem experimentar outros tipos
de verduras e legumes que, normalmente, não tem acesso em casa. Galbany conta que foi difícil mudar os hábitos alimentares das crianças, mas que o programa de alimentação saudável mantido pela prefeitura já está rendendo bons resultados.

Ainda de acordo com a nutricionista, a venda direta com os produtores, garante mais qualidade ao alimento. “O legume, a verdura chegam aqui intactos, com o valor nutricional total e com o aproveitamento total do produto”, diz Galbany.Para a pequena produtora conhecida como Alice das Hortaliças, a parceria com a Prefeitura garante mais renda para as famílias, além de contribuir para a saúde dos alunos das escolas municipais. “As nossas vendas na rua eram baixas, a renda no final do mês era pouca. Agora tudo ficou melhor”, ressalta Alice.


Dona Maria de Fátima, também pequena produtora do Condomínio Rural, defende a qualidade de seus produtos. Ela conta que todos os pequenos agricultores que participam da cooperativa que vende verduras e
legumes para a prefeitura precisaram fazer cursos no Sebrae. "Aprendemos a produzir da maneira correta para trabalhar com cuidado com essas verduras. Também nos ensinaram como administrar o nosso negócio”. Na horta de Dona Maria de Fátima, trabalham os filhos e o marido. E o neto, que é aluno de escola pública municipal, tem o maior orgulho de fazer parte dessa história campeã.

O PRÊMIO

O Prêmio Merenda é uma atividade de avaliação, seleção e divulgação de boas gestões públicas municipais do Programa Nacional de Alimentação escolar (PNAE). Seu objetivo é destacar os prefeitos que realizam gestões criativas e responsáveis do PNAE e disseminar estas boas práticas, para que sejam conhecidas e adotadas por outros gestores. É uma das ações do Projeto Gestão Eficiente da Merenda Escolar, cujoobjetivo geral é contribuir para que os recursos públicos previstos no PNAE sejam efetivamente gastos em merenda de qualidade, na quantidade e regularidade necessárias para o desenvolvimento dos alunos da rede
pública de ensino. Em 2004, quando a premiação foi criada, apenas 383 prefeituras haviam se inscrito para participar. Segundo o presidente do Comitê Ação Fome Zero, Antoninho Trevisan, em 2005 houve uma queda, mas a partir de 2006, houve um crescimento. E, em 2009, 1099 prefeituras se inscreveram. Como é feito um crivo rigoroso, apenas 32 conseguiram ser premiadas. Trevisan disse que Paragominas merece um parabéns duplo, por usar corretamente o recurso destinado à alimentação dos alunos.

(Ascom - Prefeitura).

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Cinco presos fogem da delegacia de Rondon do Pará



Cinco presos fugiram da delegacia de Rondon do Pará, a 535Km de Belém, ontem por volta de 05h na manhã  de segunda-feira (07).

Estão foragidos Erick Queiroz dos Santos, Luiz Fernando Rangel, Roberval Pio Frazão, Isaac Oliveira Gonçalves e Marques Leno da Silva.
 
Segundo o delegado José  Ricardo Oliveira, Superintendente Regional da Zona Guajarina (SRZG), foi aberto um inquérito para apurar o motivo da fuga. A Policia Militar de Rondon do Pará continua realizando rondas no sentido de capturar os foragidos.
 
Os fugitivos conseguiram serrar três celas da área carcerária da delegacia, em seguida tiveram acesso aos corredores e em ato continuo serraram as grades que dá acesso a área de sol e por fim serram a chapa de ferro da parte superior da referida área, por onde empreenderam fuga tomando rumo ignorado. Desde 2007 a delegacia de Rondon já aconteceram 8 fugas e demonstrando a vulnerabilidade do cárcere, problema este, que já havia sido comunicado pelos delegados que aqui já atuaram, bem como a delegacia não tem um carcereiro da SUSIP, órgão responsável pelos presos no Estado, sendo que no momento a delegacia só existe um investigador de policia na cidade o que dificulta a guarnição dos presos.


Visinhos próximo a delegacia avisaram a polícia. O delgado de Rondon, Marco Antonio continua em Belém se recuperando do atentado que sofreu na capital no inicio do mês. Atualmente quem responde pela delegacia de Rondon é o delgado Joazil Serrão de Ulianópolis, o qual já tomou a providencias cabíveis no sentido de prender os fugitivos. Além disso, foi comunicado para as delegacias vizinhas de Rondon do Pará sobre a fuga para ajudar a prender os fugitivos.

César Roberto Mendes, de Rondon do Pará.

Trabalhadores rurais ocupam sede do Incra em Paragominas.



As reintegrações de posses estão sendo executadas desde sexta-feira, em Paragominas, sudeste do estado. No sábado (06), foi feita a reintegração da fazenda Vale do Uraim, a área foi contabilizada em mais de oito mil hectares. 

Cerca de 86 famílias foram retiradas do local, pela Policia Militar, de forma pacífica.
 
Segundo os trabalhadores, eles já estariam na fazenda a mais de treze anos. Sem ter para onde ir, eles decidiram ocupar a sede regional o Instituto de Colonização e Reforma Agrária de Paragominas (Incra).

Segundo policiais do 19º Batalhão de Policia Militar que esteve no local da ocupação para manter a ordem, as ocupações também foram de forma pacífica. 

Mas o atendimento na unidade para o público foi suspenso, até que eles deixem à sede do Incra.

Eles reivindicam para que o instituto possa colocá-los em uma outra área para reforma agrária. Já que por enquanto a Vara Agrária de Castanhal, a 200 km de Paragominas, concedeu limitar de ação de reintegração de posse, ao proprietário João Leite.

Segundo informações dos seguranças da unidade, o gestor, Aristides Ganzer, está na superintendência do Incra em Belém, para tentar resolver toda essa situação.

Peritos do “Renato Chaves” encontraram na fazenda Vale do Uraim, uma plantação de maconha, que segundo o coronel Sarmanho, comandante da operação, era mais de cinco mil pés. “Chegamos encontrar duas pessoas no local, mais conseguiram fugir”, disse o coronel.

Ainda ontem começaram a ser realizada mais uma reintegração de posse. A segunda, das seis fazendas e serem reintegradas na cidade, a policia preferiu não divulgar o nome da fazenda, para não dificultar os trabalhos. Os trabalhadores que serão retirados do local, também irão se juntar com as 86 famílias que já ocupam a sede do Incra em Paragominas.

Para realizações de posses, estão na cidade mais de 140 homens da Policia Militar, 11 Policiais Civis, 3 peritos do Centro de Perícias Cientificas “Renato Chaves”, além de uma oficial de justiça da Vara Agrária de Castanhal, nordeste do estado. 

Bruno Nascimento, de Paragominas. 

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

INVESTIMENTOS DO PAC FORTALECEM O DESENVOLVIMENTO E AMPLIAM A GERAÇÃO DE EMPREGO, RENDA E A INCLUSÃO SOCIAL

De janeiro de 2007 a agosto de 2009, dos R$ 646 bilhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)  já foram contratados mais de 338 bilhões, ou 56% do total de recursos previsto até 2010. Os dados foram apresentados em sessão especial no final de novembro na Assembléia Legislativa liderada pelo deputado estadual Airton Faleiro, que contou com a participação do secretário de Governo, Edílson Rodrigues, do superintendente do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT), Mauro Ernesto Campos Lima, do presidente da Companhia de Saneamento (Cosanpa), Eduardo Ribeiro, e de Geraldo Pinheiro, da Companhia de Habitação do Pará (Cohab).
 
     Segundo deputado federal Zé Geraldo, o PAC foi lançado pelo Presidente Lula objetivando ampliar a infraestrutura logística, energética e social urbana. “Compete ao governo do Estado do Pará a execução dos projetos nas áreas de drenagem, esgoto sanitário, abastecimento de água, construção de unidades habitacionais, pavimentação de estradas e a iluminação pública, além das responsabilidades do DNIT com as estradas federais”, relata o parlamentar.

     Ele acrescenta que neste momento estão sendo investidos mais R$ 3,5 bilhões no asfaltamento da BR-230 e na BR-163.  “As obras começam em Marabá, passam por Brasil Novo, Medicilândia, Altamira, Miritituba, Itaituba e Novo Progresso, entre outras regiões”.
      
ÁGUA É VIDA

     Durante a sessão especial, o presidente da Cosanpa, Eduardo Ribeiro falou dos investimentos feitos na construção de Estações de Tratamento de Água e Tratamento de Esgotos. “Estamos investindo mais de R$ 271 milhões para interiorizar o desenvolvimento e garantir melhores condições de vida para a população. Na capital,  investimos mais  R$ 238 milhões. Ao final do PAC, os indicadores apontarão um crescimento de 49 para 58% de população atendida por  serviços da Cosanpa. Chegaremos a 71 mil ligações de água, num crescimento de 18%”, disse Ribeiro.    

     Para o deputado Airton Faleiro, líder do governo na Assembléia Legislativa, o PAC promove o desenvolvimento econômico, fortalece a geração de emprego e renda, além de estimular a inclusão social com melhorias na qualidade de vida de cada morador do Pará e do Brasil.  “O programa é uma realidade concreta e, gradativamente, está mudando a vida das pessoas. Como os governos passados tinham compromisso somente com os mais ricos, agora estão incomodados com os benefícios e os investimentos das políticas públicas do governo federal e estadual que beneficiam os mais pobres”, diferencia, acrescentando que “de 2007 até 2010, o Estado do Pará foi contemplado com mais de R$ 23 milhões dentro do PAC. Deste montante, estão em execução R$ 8,7 milhões em obras estruturantes em várias regiões”, enfatiza o líder do governo. 

     MORADIA

     O presidente da Companhia de Habitação do Pará, Geraldo Pinheiro,  afirmou  que os investimentos no setor serão de R$ 400 milhões. Pelos números apresentados pela secretaria de Governo, serão beneficiadas 21.791 famílias em Belém. “Outros 30 municípios do Pará foram selecionados, recentemente, pelo Fundo Nacional de Habitação e Interesse Social para projetos habitacionais. Precisamos reduzir o déficit de 470 mil habitações no Pará.  Estão sendo construídas 6.700 habitações e melhorias em outras 1.700. “Com estes investimentos, as famílias ganham saúde e moradia digna, além de receberem o título da terra, que vai atingir 20 mil famílias, no processo de regularização fundiária”, disse Geraldo.

     LICITAÇÃO

     O superintendente do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes, Mauro Ernesto Campos Lima, apresentou números nacionais do PAC para as obras em estradas federais do Pará. Na BR 163, a Santarém/Cuiabá, há obras em 585 quilômetros. “Até o final de dezembro, outros 423 quilômetros serão licitados, totalizando  R$ 1,6 bilhões de reais para o asfaltamento da rodovia, uma reivindicação de décadas dos moradores do Oeste do Pará”, enfatizou. Na primeira semana de dezembro será aberta licitação, para asfaltamento de mais 445 quilômetros da BR- 230, na divisa do Tocantins até Rurópolis, relata.

     OLHAR GLOBAL

    De acordo com deputado federal Zé Geraldo, os investimentos do PAC demonstram que o governo federal e estadual trabalham em sintonia fina para melhorar a vida da população paraense e brasileira.  “Os investimentos do Ação Metrópole da ordem R$ 319 milhões financiados pelo Banco do Brasil (BB) e Caixa Econômica Federal (CEF). A obra supera uma demanda de mais de 20 anos que ficou parada por falta de compromisso de governos passado.
    O Ação Metrópole possibilitará a ligação da avenida Independência, entre a rodovia Augusto Montenegro e a avenida Júlio César, retirando mais de 600 mi pessoas de trafegarem na Almirante Barroso. A rodovia Arthur Bernardes passa por revitalização, facilitando o trânsito entre  o Distrito de Icoaraci pela avenida Pedro Álvares Cabral. 

    Além disso, em maio será inaugurado o trevo de quatro pétalas na interseção da Avenida Júlio César e a Pedro Álvares Cabral, que garantirá  maior celeridade no trânsito e mais qualidade de vida e cidadania para a população da Região Metropolitana de Belém, além dos benefícios para milhares de motoristas que utilizam a região.

Trabalhadores rurais ocupam frente da sede do Incra.




Após o inicio dos cumprimentos de mandatos de reintegração de posse, em Paragominas, sudeste do estado, 86 famílias que foram retiradas da fazenda Vale do Uraim, ocupam a frente da sede regional do Instituto de Colonização e Reforma Agrária. Desde domingo (06).

Eles pedem agilidade para que o Incra tome providências em relação à fazenda Uraim, que o proprietário João Leite, ganhou na Vara Agrária de Castanhal, a 200 km de Paragominas, uma liminar de ação de reintegração de posse.  

Segundo ruralistas, o proprietário nunca deu importâncias para essas terras, ocupadas há treze anos por trabalhadores rurais. De acordo com Francisco Veccio, técnico Agrimensor do SIGEO – TJE / PA, a fazenda passa de oito mil hectares.

Após o comunicado aos ocupantes sobre suas retiradas, móveis e pertences de trabalhadores, foi trazido por caminhões para sede do município, tudo custeado pelo dono da fazenda reintegrada.

Para não terem para onde ir, eles decidiram ocupar a frente da sede do Incra. Com barracas feitas de lona.

Para Manoel Dias: “O que falta é políticas públicas e o compromisso do Incra com os trabalhadores rurais”, disse o trabalhador rural.

Eles não têm data definida para desocupação. Para os cumprimentos de reintegrações de posses em Paragominas, estão presentes mais de 140 homens da Policia Militar e 11 policiais civis, da DIOE.

“A fazenda Uraim foi a primeira a ser realizada em Paragominas, foi tudo pacifico. No local, encontramos cerca de cinco mil pés de maconha em cultivação em espeço de difícil acesso, avistamos duas pessoas, mais conseguiram fugir.”, comentou o coronel Sarmanho, comandante da tropa especializada (CME).

Hoje começa os trabalhos, em mais uma fazenda, das seis previstas a serem reintegradas em Paragominas. Os 140 homens da Policia Militar, permanecem na cidade, até o próximo dia 14.  

Bruno Nascimento, de Paragominas. 

domingo, 6 de dezembro de 2009

Paragominas ganha sistema de abastecimento de água.






No último sábado, foi inaugurado o projeto da Estação de Tratamento de Água (ETA) em Paragominas, sudeste do estado, ele já estava em fase de testes em dois bairros da cidade. Depois de Belém, Santarém, Marabá e Parauapebas, Paragominas está entre os cinco municípios paraenses que tem um moderno sistema de abastecimento de água. Que irá beneficiar mais 90.000 pessoas. O sistema também está preparado para ampliações que possa atender mais 20.000 moradores.

A Cosanpa tinha a concessão por 30 anos que, venceu em 2006. Após consultas públicas, reuniões com poder executivo e legislativo, a cidade decidiu ter seu próprio abastecimento de água. O sistema levou dois anos para ser construído. Hoje avaliado em mais de R$ 30.000.000,00, construído com recursos da Prefeitura e Mineradora Vale.

Em outubro de 2008, foram realizadas audiências públicas para que a população decidisse qual seria o modelo de gestão. Após votação de populares, ficou acertado que seria empresa pública, hoje, conhecida a Sanepar.


A cidade conta com 28 bairros, segundo o último censo realizado em 2007, do IBGE. Paragominas conta com pouco mais de 90.000 habitantes, a primeira etapa do projeto, a distribuição foi para onze bairros, atendendo mais de 40.000 pessoas. 


As redes de distribuições antigas deixadas pela Consanpa, foram todas recuperadas pela Sanepar, já que era um sistema antigo. Populares esteve presente à inauguração. “Antes era muito ruim a água que chegava a minha casa. Isso quando chegava que era apenas um determinado horário por dia. Agora tenho água em abundância”, disse Marcos de Souza, morador do bairro Laércio Cabeline, área periférica da cidade.

“Quando pegamos à água de Paragominas, o sistema era sucateado. Agora implantamos um novo sistema de água, e moderno”, afirma Adnan Demacki (PSDB), prefeito de Paragominas.

Na cidade está acontecendo campanhas de conscientizações. Através de reuniões nos bairros e divulgações nas mídias, os moradores estão sido informados sobre à instalação do hidrômetro, que fará a medição de consumo de cada residência. “Onde quem consumir até 15.000 litros, pagará uma tacha única. Após passando desse consumo, o valor da conta vai aumentar. Temos que ter cuidado, sempre fechando as torneiras e verificar as encanações para que a conta não venha com o preço salgado”, disse Francisco Antonio, presidente da Sanepar.

Em nota divulgada pala Secretaria de Saúde de Paragominas, os resultados positivos já estão sendo sentidos nos postos de saúde do Jaderlândia e Nova Conquista. Em setembro e em outubro diminuíram os atendimentos por doenças diarréicas e gastroenterites, comuns em locais que não possuem água tratada. Para o médico João Lucídio Paes, o novo sistema vai ajudar na saúde pública, combatendo essas e outras patologias.

A próxima etapa será  nesta quarta-feira, quando o prefeito de Paragominas, entregará nas mãos do ministro das cidades, um projeto para implantação da rede de esgoto em Paragominas. 

Bruno Nascimento, de Paragominas. 

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Operação Náutilus II prende acusado de tráfico de drogas em Mãe do Rio




A Operação Nautilus II, da Polícia Civil, resultou, no dia de ontem, na prisão em flagrante de Ediney Carlos Conceição Souza, 30 anos, por tráfico de entorpecentes. Com mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça, ele foi preso na empresa de sua propriedade, situada na avenida Bernardo Sayão, centro de Mãe do Rio, na região Guajarina, nordeste do Pará. No local, policiais civis de Paragominas e de Mãe do Rio, sob comando do delegado José Ricardo Oliveira, apreenderam 44 petecas de pasta de cocaína e um revólver calibre 38 com cinco munições. Também foram encontradas no imóvel uma balança digital de precisão e uma tesoura usada para cortar plásticos usados na embalagem das drogas.


Titular da Superintendência da Polícia Civil da Região Guajarina, o delegado José Ricardo informou que a operação tem por objetivo o combate ao tráfico de drogas na área de abrangência da unidade policial. A Superintendência é responsável por sete municípios, entre os quais, Ipixuna do Pará, Irituia, Dom Elizeu e Ulianópolis, além de Paragominas, cidade sede da regional, e Mãe do Rio, onde ocorreu, desta vez, a operação. Dono de uma empresa de venda de condicionadores de ar automotivos, Ediney Souza já vinha sendo investigado pela operação. “O levantamento levou cerca de um mês”, salienta o policial.

De posse da ordem de prisão expedida pela juíza da Comarca de Paragominas, doutora Shérida Keila Pacheco Teixeira, a equipe policial foi até o estabelecimento do acusado, por volta de 17h. Durante revista no imóvel, os policiais encontraram a arma guardada em uma gaveta no escritório da firma.


No momento em que o acusado foi revistado, os policiais encontraram as petecas de cocaína escondidas dentro das meias. Levado para a Delegacia de Mãe do Rio, Ediney confessou o crime. Ele alegou que havia comprado as drogas para consumo próprio, mas, depois, passou a vendê-las na cidade, inclusive, pelo telefone, em uma espécie de “disque-drogas”. Isto é, o usuário interessado em adquirir cocaína precisava apenas telefonar para o acusado que mandava entregar as drogas no local em que o comprador estivesse. Agora preso, Ediney está recolhido na carceragem da Seccional Urbana de Paragominas à disposição da Justiça. A operação atende às determinações do delegado-geral, Raimundo Benassuly, e do diretor de Polícia do Interior, delegado Miguel Cunha, para combate incessante ao tráfico de drogas na região.

Bruno Nascimento, de Paragominas.

Siga o ParagoNews

Minha lista de blogs