terça-feira, 23 de março de 2010

Fórum de Ulianópolis é assaltado


O fato aconteceu no último domingo (21), por volta das 15h, quando o vigilante Rosivaldo Abreu Maciel, decidiu ir até aos fundos do prédio do Poder Judiciário de Ulianópolis, no sudeste paraense. Quando se deparou com quatro homens encapuzados e fortemente armados, que fez o mesmo abrir a porta que acesso ao órgão, em seguida os assaltantes amarraram o vigilante com fiações telefônicas, em suas mãos e pés.

Foram mais de duas horas em que o vigilante cedido pela Prefeitura Municipal de Ulianópolis, ficou rendido na conzinha do fórum daquele município. O segurança patrimonial não utilizava armas de fogos para realizar a segurança.

Segundo relatos de Rosinaldo Abreu Maciel, ele ficou como refém amarrado, onde ficou por volta de duas horas na cozinha do prédio. Onde ficou sendo vigiado por um dos assaltantes sobre a mira de um revólver. Onde era sempre questionado onde seria o local que o fórum armazenava materiais apreendidos, segundo o vigilante, no momento da cena, ele estaria com bastante medo, e imediatamente informou.

Ao tomarem conhecimento de onde seria o local, os assaltantes arrombaram a porta, onde levaram aproximadamente dez armas de fogos, e várias sacolas com diversos tipos de entorpecentes.

Ainda relata o vigia, que o assaltante sempre ficava indo e voltando, até que um certo ponto, não voltou mais. Ele conseguia ouvir a quadrilha se comunicando, mas ouvia muitos toques de celulares.

Após perceber que a quadrilha tinha deixado o prédio do Poder Judiciário, mesmo amarrado, Rosilnado conseguiu abrir a porta do fórum, onde avistou a namorada de um dos funcionários do judiciário de Ulianópolis, onde pediu ajuda para comunicar os demais sobre o assalto.

O segurança relatou a polícia que não saberia responder de como seria a fisionomia, pois os mesmo estariam encapuzados, mas afirmou que todos eram magros.

Nossa equipe esteve no fórum, onde o clima entre os funcionários é o do silêncio. O juiz titular da Comarca de Ulianópolis, Daniel Ribeiro Dacier Lobato, se dirigiu a capital paraense, para comunicar ao Tribunal de Justiça do Estado (TJE), sobre a insegurança do prédio.

O caso foi comunicado por volta das 18h de domingo, e registrado na Delegacia de Ulianópolis, onde o delegado Joazil Machado Serrão de Castro, abriu um inquérito para apurar o caso, onde já existem suspeitos, mas não serão divulgados para não atrapalhar o inquérito policial. O delegado pediu para que o Centro de Pericias Cientificas “Renato Chaves” de Castanhal, realizem pericias no local para constatar para ajudar na apuração.

O prejuízo deverá ser contabilizado ainda hoje, onde será realizado um relatório para delegacia daquele município.

Denuncie: A Polícia Civil de Ulianópolis, pede para quem tenham informações que possam levar a prisão dos quatro assaltantes, ligar para o telefone (091) 37261176 ou disque denuncia (181). 

Bruno Nascimento, de Paragominas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga o ParagoNews

Minha lista de blogs