terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Animais silvestres são apreendidos na BR-010


Animais silvestres são apreendidos na BR-010

Dono dos animais silvestres apreendidos disse que havia ganho tudo de colonos de Paragominas

Nesse último final de semana, policiais de plantão no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mãe do Rio (PA) registraram três ocorrências de crimes ambientais na rodovia BR-010. Um dos casos foi de um passageiros de ônibus flagrados transportando animais silvestres vivos e abatidos, e em outro, foram encontrados 12 metros cúbicos de madeira ilegal em caminhão baú.
Um dos flagrantes ocorreu na noite de sexta-feira (14), no quilômetro 284 da rodovia BR-010, quando um ônibus da empresa Boa Esperança, de placa JVL- 6020, que faz linha entre os município paraenses de Paragominas e Castanhal, foi abordado para fiscalização. Durante averiguações, no bagageiro do ônibus, os policiais encontraram uma bolsa contendo quatro animais silvestres, sendo três jabutis vivos e uma paca abatida.
Após conferência dos bilhetes de passagem, foi constatado que a bolsa pertencia ao passageiro Erivaldo Alves de Oliveira, de 39 anos, que, ao ser indagado, informou ter ganho os animais de colonos em Paragominas. Constatado o crime ambiental, os animais foram apreendidos e, juntamente com o proprietário, encaminhados à delegacia de Polícia Civil em Mãe do Rio para os procedimentos legais cabíveis.
Foto: PRF/Divulgação
MADEIRA ILEGAL
Na madrugada de sábado (15), no quilômetro 300 também da BR-010, no município de Irituia, durante fiscalização em um caminhão baú, os policiais encontraram 12m³ de estacas de madeira da espécie acapú que estavam sendo transportados sem guia florestal e sem nota fiscal, documentos necessários para o transporte de produtos florestais. Questionado pelos policiais, o condutor, Antônio Eronaldo Tavares Andrade, de 47 anos, informou que a madeira havia sido embarcada no município de Tailândia e seria entregue em uma fazenda no município de Capanema, para um homem conhecido como “penta”.
Configurado o flagrante de crime ambiental, o caminhão com a carga foram retidos no posto da PRF Mãe do Rio, ficando os mesmos a disposição dos órgãos ambientais para os demais procedimentos legais cabíveis.
Ainda no sábado, por volta das 10h30, no quilômetro 272, da BR-010, durante fiscalização em um ônibus da Empresa Modelo, que realiza transporte intermunicipal, agentes da PRF localizaram na bagagem de uma passageira identificada como Weilla Carla Vaz Medeiros, de 31 anos, carne de veado e de paca, obtidas por meio de caça ilegal de animais silvestres. Sendo mais esse flagrante de crime ambiental encaminhado para polícia Civil em Mãe do Rio.
(DOL, com informações da PRF)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga o ParagoNews

Minha lista de blogs