quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Paulinho e Bosco Gabriel, do PSDB, são empossados em Paragominas, PA


Prefeito Paulinho e vice Bosco Gabriel assumem o destino de Paragominas

Adnan deixa o governo com o saldo de quase 100% de aceitação pública

Paragominas deu mais um grande passo no rumo do desenvolvimento ao assistir a posse do prefeito Paulo Pombo Tocantins e do seu vice prefeito Bosco Gabriel ocorrida no Teatro Reinaldo Castanheira sob os olhares de centenas de testemunhas.
O evento foi recheado de emoções, principalmente com o discurso do ex-prefeito Adnan Demachki que entregava o cargo naquele momento e confessou que estava fazendo, em oito anos de mandato, seu segundo discurso escrito, para não cometer injustiça com ninguém.
“Consegui realizar o sonho do meu pai Nagib Demachki que se apaixonou por esta terra, mas não pôde ser político, pois por ser estrangeiro não podia votar nem ser votado”, disse Adnan com os olhos cheios de lágrimas. Foto: Jorge Quadros.
Adnan começou o discurso falando das obras que deixou e dos projetos que assumiu e que agora passava as mãos dos seus sucessores. Inclusive a felicidade de ter participado efetivamente do processo político administrativo de Paragominas em todos os seus aspectos, enfrentando todos os obstáculos e, acima de tudo, no momento em que o município mais precisou.
Pôde contar com o apoio de toda a sociedade, especificamente das associações e dos amigos que assinaram o Pacto pela criação do Município Verde. Citou obras como o Parque Ambiental e Lago Verde e das conquistas na área educacional.
Elogiou a sua equipe de trabalho e se emocionou ao falar do seu pai, “um estrangeiro que se apaixonou por esta região e por esta cidade, que queria ser político para ajudar no seu crescimento, mas não podia votar e nem ser votado”. Cresceu ouvindo ideias do seu Nagib Demachki com relação ao município de Paragominas e criou dentro de si o desejo de fazer realizar o sonho do seu pai.
Formou-se em direito e voltou para Paragominas com esta intenção. Citou o poeta Carlos Drumond ao dizer que: “Sonho que se sonha só é apenas um sonho, mas sonho que se sonha juntos é realidade”. Foi com essa determinação que foi vice-prefeito, prefeito e idealizador de tantas obras, trabalhando incansavelmente dia após dia, sem se importar com os obstáculos.
“Quero pedir perdão. Perdão aos que, infelizmente, magoei ao longo do meu mandato. Mas não fiz por perseguição pessoal, porque na minha convicção o município de Paragominas está sempre acima de tudo isso”, disse Adnan.
Outro momento em que o prefeito Adnan não conseguiu conter as lágrimas foi quando se referiu à sua família: “Quantas vezes tive que sair à noite, enquanto eles dormiam. Quantas vezes eu pensei em desistir e minha esposa dizia, não esmoreça. Foram essas palavras e a vontade de fazer mais por Paragominas que me fez continuar. Mas quero dizer que foi difícil e gratificante”, disse Adnan com os olhos marejados. Neste momento a esposa e filhos também não contiveram as lágrimas.
Logo que terminou seu discurso Adnan se despediu de todos e de pé, foi aplaudido demoradamente. E saiu do teatro acompanhado até a porta pelo prefeito Paulinho, do vice Bosco Gabriel e outros políticos.
E assim se encerrou uma administração premiada por órgãos municipais, estaduais, nacionais e até internacionais. Paragominas está sendo espelho para centenas de municípios brasileiros que querem adotar o projeto Município Verde, criado com a inteligência de uma equipe que foi buscar fôlego aonde só havia fumaça.
Prefeito Paulinho Tocantins e seu vice-prefeito Bosco Gabriel fazem o juramento de Posse. “Paragominas é a única cidade do Brasil que tem dois prefeitos”, disse Paulinho para lembrar que administração se faz com responsabilidade e parceria. Foto: Jorge Quadros.
No entanto, a continuidade do projeto de administração séria, voltada para o desenvolvimento sustentável não baixa as cortinas com a saída de Adnan. Pelo contrário, tudo começou quando Sidney Rosa assumiu há dezesseis anos. De lá para cá o que se vê não é um projeto isolado do PSDB, mas de todos os partidos políticos, de todas as instituições, de toda uma comunidade que se orgulha de morar numa cidade que cresce ordenadamente, caprichosamente e que se transformou num ícone de modernidade voltada, sobretudo, para os segmentos de sustentabilidade ambiental, criando expectativas de emprego e renda para milhares de pessoas que estão se capacitando para exercerem as mais diversas atividades no comércio, seja na pecuária, na agricultura ou no comércio varejista.
O sonho que não se sonha só do prefeito Adnan contagiou a todos, inclusive o prefeito Paulinho Tocantins que ontem assinou o Termo de Posse. Durante os últimos quatro anos Paulinho andou diariamente com Adnan. Aprendeu o que tinha que aprender e deve colocar em prática os seus ensinamentos e suas próprias ideias. Tanto é que ao divulgar seu secretariado, disse orgulhosamente que quer contar com todos aqueles que ajudaram a construir Paragominas. Mudou apenas um, saiu o secretário Manoel, da Infraestrutura e assume o Dr. Santa Brígida. Todos os outros permaneceram (e Manoel saiu porque foi para a equipe do prefeito Zenaldo Coutinho, em Belém).
“Vamos ser melhor do que Adnan. Sabem por que? Porque temos uma excelente equipe, um governador do estado, dois secretários estaduais (Sidney e Justiniano Neto), um vice-prefeito que já foi deputado estadual por três mandatos e vice-prefeito por um mandato e um conselheiro como o próprio Adnan. Diante disso, essa administração não pode dar errado”, disse Paulinho durante seu pronunciamento.
A emoção foi a tônica da posse do prefeito Paulinho e da despedida do prefeito Adnan, porém também houve momento de descontração nos pronunciamentos. Paulinho disse que “se algum dos secretários sentir saudade do Adnan, que a partir das cinco horas da manhã mandava mensagens para todos dizendo o que tinham que fazer, lembro que o Bosco acorda às quatro”, todos riram.
Ao final, Paulinho disse que havia escrito um discurso de posse, mas que estava deixando de lado os papéis para falar com o coração.
Ainda hoje, aqui neste jornal eletrônico nossos leitores terão acesso ao ‘discurso que não chegou a ser lido’ e ao discurso do ex-prefeito Adnan demachki. Todos na íntegra para que os historiadores possam assim, de forma simples, saber o que esses homens que assumiram o compromisso de administrar uma das cidades mais observadas do mundo, disseram nos momentos mais importantes de suas vidas.
 Texto e Fotos: Jorge Quadros
Jornalista DRT-PA 2138

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga o ParagoNews

Minha lista de blogs