quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Câmara acaba com 14º e 15º de parlamentares



Câmara acaba com 14º e 15º de parlamentares (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (27), por unanimidade, projeto de decreto legislativo que acaba com a chamada ajuda de custo para os parlamentares no início e no final de cada ano, conhecido como décimo quarto e décimo quinto salários dos deputados e senadores.  Essa ajuda de custo é equivalente ao valor do subsídio de cada congressista.
Pelo projeto aprovado, o benefício continuará a ser pago apenas no primeiro e no último mês dos mandatos de deputados e senadores, como uma ajuda de custo destinada a compensar despesas com mudança e transporte. De autoria da senadora e hoje  ministra-chefe da Casa Civil Gleisi Hoffman (PT-PR), o projeto já foi aprovado pelo Senado e, com a votação na Câmara, será promulgado pelas mesas diretoras das duas Casas.
Ao discursar no plenário, o deputado federal Newton Cardoso (PMDB-MG) disse que estava votando o projeto com medo da imprensa. Segundo ele é uma deslealdade com os deputados que precisam dessa ajuda, mesmo assim ele votou pelo fim do benefício.

(Agência Brasil)

Preso acusado de vender drogas perto de bares em Rondon do Pará



José Raimundo Mendonça
José Raimundo Mendonça
Equipe policial da Delegacia de Rondon do Pará, sudeste do Estado, formada pelos investigadores Raimundo Carlos de Melo Mendonça e Paulo Henrique Santos, prendeu, sob acusação de tráfico de drogas, José Raimundo Mendonça. A prisão foi realizada depos de denúncia anônima do envolvimento dele com venda de entorpecentes às proximidades de bares na principal avenida da cidade, a Marechal Rondon.


No local, após identificar o acusado, os policiais detiveram José Raimundo com quem foram apreendidos um papelote com certa quantidade de maconha e vários pedaços plásticos supostamente utilizados para o embalo de "pedras de crack".
Em continuidade às investigações, foram encontrados, na residência de José Raimundo, mais dois papelotes de maconha. José Raimundo Mendonça foi apresentado ao delegado João Ricardo Inácio que o autuou em flagrante delito pela prática de crime de tráfico de drogas. Ao todo, a quantidade de drogas rendeu 20 gramas.
O delegado ressalta que irá intensificar o combate ao tráfico de drogas no município de Rondon do Pará, conforme as diretrizes do superintendente Regional do Sudeste do Pará, delegado Alberto Teixeira, em atendimento às determinações do delegado-geral, Rilmar Firmino, e do diretor de Polícia do Interior, delegado Sílvio Maués.

Mais de 50 m³ de madeira são apreendidos em Mãe do Rio, PA


Veículo com a carga ficaram apreendidos, à disposição da Sema. responsáveis pela carga não tinham documentação necessária.

Do G1 PA
Madeira ilegal foi apreendida pela PRF. (Foto: Divulgação/ PRF)Madeira ilegal foi apreendida pela PRF. (Foto: Divulgação/ PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na última quarta-feira (27) mais de 50 m³ de madeira ilegal na BR-010, no município de Mãe do Rio, nordeste do Pará. Constatada a prática de crime ambiental, o veículo com a carga ficaram apreendidos no posto da PRF em Mãe do Rio, à disposição da Secretaria de meio Ambiente (Sema).
A apreensão ocorreu durante duas fiscalizações. A primeira apreensão ocorreu no início da tarde, os policiais estavam em frente ao posto da PRF, no quilômetro 284 da rodovia, quando abordaram uma carreta. No momento da abordagem, o condutor de 56 anos afirmou que teria embarcado a madeira em Garrafão do Norte e a estaria levando para uma serraria em Paragominas.
Os agentes encontraram na carreta 38 m³ de madeira em tora da espécie “Paricá” no veículo. Apesar de estar com a nota fiscal e Guia Florestal (GF), o responsável pela carga estava com a Declaração de Corte e Colheita (DCC) vencida desde novembro de 2012, caracterizando a prática de crime ambiental.
Já a segunda apreensão ocorreu por volta das 23h, quando os agentes realizavam ronda no quilômetro 301 da BR. Eles abordaram uma carreta e durante a fiscalização os policiais constataram que o veículo transportava 13 m³ de madeira serrada das espécies “Jarana”, “Sapucaia” e “Tiriba” sem nota fiscal e sem a Guia Florestal.
O condutor, de 31 anos, informou não possuir a documentação necessária para fazer o transporte. Ainda de acordo com a PRF, o condutor afirmou que adquiriu o carregamento com colonos e que estava apenas realizando um frete para o verdadeiro proprietário, que iria trocar a carga de madeira em tijolos na cidade de São Miguel do Guamá.

Adriano Miranda é punido por quatro jogos


Por Marco Gaiotto
FUTNET
A disputa pela Taça Estado do Pará, segundo turno do Campeonato Paraense 2013, está próxima de começar e o time do Paragominas continua com problemas para a estreia. 

O atacante Adriano Miranda, que foi expulso na quarta rodada da primeira fase, diante do Santa Cruz/PA, foi julgado nesta terça-feira (26), e levou uma punição de quatro jogos, destes, um já cumprido.

"Infelizmente, perdemos o Adriano Miranda para quatro jogos, tendo que cumprir ainda três partidas. É mais um problema para o nosso time que está tendo dificuldade para fazer contratações para o segundo turno", disse o técnico Charles Guerreiro.

Sobre as contratações, o técnico revelou que o clube tenta o atacante Faioli, que defendeu as cores do Vasco da Gama."Estamos tendo dificuldades na contratação de jogadores para esse segundo turno. No momento, estamos em negociações com o atacante Faioli, com passagem pelo Vasco, com o meio-campista Rubens e com o atacante Toninho, ambos que estão no Imperatriz (MA). O Tardelly, meia formado na base do Remo e que atuou pela Tuna, é outro que nos interessa", finalizou Charles.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Caso Viviane Marins: Júri Popular terá nova data


Sede do Poder Judiciário de Santa Maria do Pará / Foto: Bruno Nascimento

O júri popular que deveria começar exatamente as 08h30, da manhã de hoje, teve que ser remarcado. O motivo foi que a direção do Hospital Metropolitano que não forneceu cópia do prontuário de atendimento médico do técnico em enfermagem Francisco Charles dos Santos, que deu entrada no dia 20 de setembro de 2010, data que ficará na lembrança com a morte da médica Viviane Marins dos Santos. O novo julgamento foi remarcado para próximo dia 03 de abril de 2013, em Santa Maria do Pará, na região nordeste do estado.

Hilário Junior (Advogado de defesa) / Foto Bruno Nascimento
Para defesa de Francisco Charles, “o prontuário não traria alguma surpresa para elucidação do caso. Apenas comprovaria que o enfermeiro de fato teria sido alvejado com tiro na altura do seu abdômen e lamenta por Charles que já está preso por quase um ano e seis meses”, disse o advogado de defesa Hilário Junior.

Charles que deixou a sede do Poder Judiciário sem falar com a imprensa foi escoltado por agentes prisionais para casa penal “Anastácio das Neves” em Americano.

Acusado: Técnico em enfermagem Francisco Charles dos Santos
Segundo a juíza de São Miguel do Guamá que vai presidir o júri popular, o Ministério Público de Santa Maria do Pará, já havia pedido cópia do prontuário médico há bastante tempo. Segundo a magistrada ao invés de apenas oficializar o hospital, será realizada uma busca a apreensão de documentação necessária em 48h. A juíza disse que a unidade de saúde oficializou através de documento enviado aquela corte que não irá fornecer as informações sobre o prontuário do enfermeiro, com alegação de violação de sigilo médico. Este, já é o segundo ofício encaminhado para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência em Ananindeua na Região Metropolitana de Belém.

“O julgamento só foi adiado devido ausência deste documento, estavam todos aqui, familiares do acusado e da vítima, além do corpo de jurados que já foi escolhido e atuará no próximo dia 03 de abril. Há 40 dias eu pedi o prontuário e dei o prazo de cinco dias uteis, ou seja, no dia 17 de janeiro deste ano, no dia 18 de janeiro o hospital respondeu através de ofício que não iria mandar”. Disse a juíza Priscila Mousinho.

Promotora Francys Galhardo / Foto: Bruno Nascimento
“O Ministério Público disse à imprensa que o MP pediu uma diligencia, porém não foi cumprida. Essa foi razão que o julgamento teve que ser adiado, pois esse documento poderia prejudicar a defesa, inclusive a juíza determinou a busca e apreensão desse documento que deixou de ser apresentado. Esse prontuário é necessário já que o Charles não se colocou a disposição para fazer exames complementares necessários na definição que precisam ser esclarecidos e colocados neste laudo de lesão corporal”, disse a promotora Francys Galhardo.
Promotor Daniel Barros / Foto: Bruno Nascimento


“O Ministério Público está convicto que o réu matou sua companheira covardemente e irá provar com tranquilidade no júri, essas provas sevem apenas para colaborar para que seja mais fácil provar para os jurados, estamos tranquilos e convictos de que realmente ele matou covardemente sua esposa”, disse Daniel Barros, promotor de justiça que também atuar no caso.

Ivone Magalhães (Advogada de acusação) / Foto: Bruno Nascimento

Para Ivone Magalhães, advogada de acusação da família Marins, precisamos dessa documentação para comprovar que ele foi o assassino. Que nós sabemos, acusação está convicta, agora se precisa do documento. Os pais da Viviane Marins estão no estado do Rio de Janeiro em uma clínica cardiológica, estão chorando muito, rogando a Deus por justiça e com certeza se fará justiça. Disse a advogada.

Entenda o caso: No último dia 20 de setembro de 2010, a médica Viviani Marins, o marido Francisco Charles e o filho do casal, de dois anos, seguiam de Belém para Paragominas quando foram surpreendidos por assaltantes na BR-010 (Belém-Brasília). Um casal fingia pedir socorro na beira da estrada.

A mulher estava com um boneco, que aparentava ser um bebê. Quando pararam o carro para ajudar, era um assalto. A médica teria feito um movimento brusco e a assaltante atirou na cabeça da mulher, o marido dela também acabou baleado no tórax.

Ainda segundo o depoimento de Francisco Charles, depois de atirar nas duas vítimas, o comparsa da assassina ordenou que os dois fugissem. Após recobrar os sentidos, Charles pediu ajuda a um casal de idosos que moram às proximidades do local do atentado.

Alguns dias depois, realizada reconstituição no local do crime, peritos do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, apontaram o técnico com autor do disparo, o que levou a prisão do mesmo. 

Por Bruno Nascimento, em Santa Maria do Pará. 

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Preso em flagrante com drogas e moto roubada em São Miguel do Guamá



Jeferson Monteiro flagrado com drogas, dinheiro e moto roubada
Jeferson Monteiro flagrado com drogas, dinheiro e moto roubada


Policiais militares prenderam em flagrante, por tráfico de drogas, Jeferson Lima Monteiro, 24 anos, com quem foi apreendida pasta de cocaína. A droga estava na casa do acusado, na Rua Arquimedes Ataídes, bairro Perpétuo Socorro, em São Miguel do Pará, nordeste do Estado. O acusado foi apresentado na Delegacia da Polícia Civil para lavratura do procedimento de flagrante. Sob comando do cabo Jota Costa, o flagrante ocorreu, ontem, após monitoramento do acusado. Na casa dele, além da droga, foi encontrada uma motocicleta que apresenta registro de boletim de ocorrência de roubo na cidade de Castanhal. Junto com a autuação por tráfico de drogas, Jeferson foi indiciado em inquérito policial para apurar o crime de receptação da motocicleta.
Em depoimento ao delegado Ronaldo Lopes, o indiciado alegou ter comprado a motocicleta por R$ 3,5 mil de um homem, cujo nome e endereço afirma desconhecer. Conforme o delegado, Jeferson é sobrinho de uma mulher, conhecida como Maria Antônia, presa em flagrante, por tráfico de drogas, durante a operação "Arcanjo", que resultou nas prisões de 23 acusados do crime na cidade durante o mês passado. Jeferson já havia sido preso anteriormente, no ano de 2010, em São Miguel do Guamá, por envolvimento no roubo ao Posto dos Correios de São Miguel do Guamá. Ele permanece recolhido na unidade policial à disposição da Justiça.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Caso Viviane Marins: Família irá vestida de preto


Amigos e familiares da médica Viviane Marins, se organizam para participar do julgamento que acontecerá na cidade de Santa Maria do Pará, na região nordeste do estado, no próximo dia 27, as 08h30, na sede do Poder Judiciário daquele município.
A família que virá do estado do Rio de Janeiro, estará presente e pede “aos amigos que for assistir o julgamento ir com uma camiseta preta, ou qualquer peça do vestuário de cor preta, para ressaltar o LUTO pelo brutal assassinato da querida Viviane", disse o tio da vítima.
Para o julgamento a Polícia Militar de São Miguel do Guamá, estará organizando um forte esquema de segurança para garantir integridade de todos que forem participar do evento na cidade de Santa Maria do Pará. A médica Viviane Marins, foi morta no dia 20 de setembro de 2010, o principal suspeito de sua morte é o seu ex-esposo o técnico de enfermagem Francisco Charles dos Santos.

Vai começar julgamento do caso Viviani Marins


Caso Viviane Marins
Sete cidadãos de Santa Maria do Pará serão escolhidos pela Justiça para, a partir da manhã da próxima quarta-feira, 27, participarem do júri popular que irá decidir se o técnico em enfermagem Francisco Charles dos Santos permanece ou não atrás das grades. Ele está sendo acusado de, no início da noite do dia 20 de setembro de 2010, ter tramado e executado a morte da sua própria esposa, a médica cirurgiã carioca Viviani Marins dos Santos, assassinada com um tiro na cabeça disparado por Charles, na frente do filho do casal, à época com três anos de idade, durante hipotético assalto que teria ocorrido quando o casal passava pela rodovia Belém-Brasília, próximo à área urbana daquela cidade do nordeste paraense.

O julgamento, que poderá durar até dois dias, será presidido pela juíza Priscila Mamede Mousinho, da Comarca de São Miguel, já que o juiz de Santa Maria, dr. Augusto Bruno de Moraes Favacho, se julgou impedido de atuar no caso porque um irmão seu é sócio do escritório de advocacia que vai atuar na defesa de Charles. Na acusação vão atuar os promotores Francys Galhardo e Daniel Barros, além da advogada Ivone Magalhães. A covarde morte de Viviani Marins teve grande repercussão na região, e possivelmente o fórum de Santa Maria deverá estar lotado de curiosos em saber o desfecho desse crime.
Em seu depoimento preliminar, Charles contou que ele teria interrompido a viagem que faziam de Belém para Paragominas para ajudar uma mulher que estaria com uma criança nas mãos e pedindo socorro, dando a entender que tinha sido vítima de um acidente de motocicleta. Um homem deitado ao lado de uma moto comporia o cenário do crime, segundo o acusado. Assim que desceu do carro, Charles e Viviani, que ficou dentro do veículo, teriam sido surpreendidos pela reação da mulher quando esta, com uma arma na mão anunciou o assalto. E logo em seguida disparou contra Viviani quando a médica teria de virado, no banco do carona, supostamente para pegar a criança que estava no banco traseiro. A mulher depois teria feito outro disparo, que acertou de raspão o tórax de Charles.
Perícias feitas pelo Instituto de Perícias Científicas de Castanhal, assim como a reconstituição do crime e as investigações procedidas pelo delegado Otto Henrique Dias Wirtz, comprovaram, no entanto, que Charles simulou o assalto. “O réu agiu ardilosamente, planejando e executando o crime de forma cruel e fria, contra a vida da própria companheira, mãe do filho dele, sem qualquer sentimento de piedade, por puro interesse econômico, com demonstração de possuir personalidade agressiva e cruel”, afirmou o delegado no seu pedido de prisão, feito no início de outubro de 2010.
Ele pediu o indiciando do acusado, enquadrando-o no artigo 121, parágrafo 2º, incisos I e IV do Código Penal Brasileiro, que é o crime de homicídio doloso e qualificado, por motivo torpe e mediante dissimulação que tornou impossível a defesa da vitima. Alguns dias depois do crime, o juiz de Direito titular da Comarca de Santa Maria do Pará, Dr. Augusto Bruno de Moraes Favacho, decretou a prisão preventiva do técnico em enfermagem, que desde então está recolhido numa cela de uma das unidades do complexo penitenciário de Americano, a “Anastácio das Neves”.
Na perícia técnica feita no local do crime IPC de Castanhal ficaram logo constatadas as primeiras contradições do acusado, que levava uma vida de playboy sustentado pela vítima, que faturava mais de R$ 35 mil por mês como cirurgiã e medicina estética em Paragominas. Mas foi mesmo a reconstituição do crime, realizada em junho de 2011, essencial para trazer a verdadeira dinâmica do crime para o processo. Os peritos do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves constaram que o local do crime não era provido de iluminação suficiente para visualizar suposta assaltante. A perícia concluiu que no fatídico dia do crime não existiu naquele local nenhuma assaltante, toda a imputação à morte da médica recaiu sobre Francisco Charles.
Essa conclusão pericial derrubou o depoimento inicial de Charles feito na delegacia de Santa Maria do Pará, ao delegado Leandro Souza. Ele contou que teria descido do carro, dado a volta por trás do veículo e ao chegar próximo à porta de trás do lado direito do veículo a suposta assaltante teria largado a criança do colo, “uma boneca de plástico” disse ele, pego uma arma e anunciado o assalto.., que sua esposa pediu calma, pois iria pegar o filho do casal, e depois ter de virado para o banco traseiro a mulher fez o primeiro disparo.
RETRATO - Com base em informações fornecidas pelo acusado, que já era visto, por experientes policiais, como o principal suspeito pela morte da médica cirurgiã, o delegado Leandro Souza mandou confeccionar o retrato falado da suposta assaltante, que seria uma mulher baixa, cabelos curtos e ondulados. Nesse período ainda não tinham sido divulgados, pelo IPC de Castanhal, os resultados dos exames balísticos e necroscópicos realizados no corpo da médica, para saber a distância e trajetória da bala, de calibre 38, que entrou por detrás da cabeça de Viviani e ficou alojada próxima a seu nariz.
Divulgado na imprensa, o retrato falado chegou a Anathayglia Silva Corrêa, mais conhecida por Tayglia, que foi “reconhecida” por Charles como sendo a mulher que matara Viviani e atirara de raspão no seu tórax. Mas a mulher desmontou a versão apresentada em juízo por Charles. Ela comprovou ao juiz que no dia em que o fato ocorreu (20 de setembro de 2010) ela estava em um garimpo localizado no Suriname, Guiana Francesa. E que de lá só retornou ao Pará em novembro de 2010. Por causa dessa reviravolta na estratégia montada pela defesa de Charles, o magistrado decidiu arrolar Tayglia como como testemunha de acusação.
Fonte: O Liberal/EDIVALDO MENDES (Correspondente em Castanhal)

Acusado de matar médica deve ir a julgamento


A Justiça já marcou o dia do julgamento do auxiliar de enfermagem, Francisco Charles dos Santos. Ele é acusado de matar a própria esposa, a médica Viviane Marins.
Ele vai a júri popular no próximo dia 27 de fevereiro, em Santa Maria do Pará, nordeste do estado. Ele está preso desde o ano passado, no presídio de Americano, em Santa Isabel do Pará.

O homicídio aconteceu em 20 de setembro de 2010, em um ramal próxima à BR-010, no município de Santa Maria. Na época, o técnico de enfermagem, a médica e o filho, de 2 anos, viajam de Belém à Paragominas, onde moravam. Segundo Charles, eles tiveram que parar o carro por conta de suposto acidente na pista e ao para foram o veiculo descobriram que se tratava de um assalto. A médica levou um tiro na cabeça e morreu na hora. Já o técnico de enfermagem também foi baleado na região das costelas.

Meses depois, investigações e laudos do Centro de Pericias Renato Chaves, divulgados em março de 2011, colocaram Charles como o principal suspeito da morte da médica. O laudo mostrava que pela trajetória da bala, o disparo só poderia ter sido efetuado por alguém que estava dentro do carro e ao lado da vítima, e não de fora do veículo como alegava o técnico de enfermagem.

O técnico de Enfermagem ainda reconheceu Anathayglia Silva Corrêa como a mulher que teria feito a cilada para casal. Porém, durante a audiência de instrução e julgamento, realizada, no dia 18 de janeiro em São Miguel do Guamá, Anathayglia provou que na época do crime, estava em um garimpo, localizado no Suriname.

Além disso, uma reconstituição realizada em junho do ano passado, contradisse a versão apresentada por Charles. Diante das conclusões que chegaram as investigações, o acusado teve sua prisão decretada. Desde outubro de 2011, o técnico de Enfermagem está preso em Santo Izabel, na casa penal Anastácio Neves.

Para a advogada, não resta dúvida de que o técnico de enfermagem assassinou Viviane. “Por conta de um relacionamento exaustivo e das traições de Charles, Viviane queria se separar. Esse foi o motivo que fez ele ceifar a vida de Viviane”, explica Ivone Magalhães, que ainda complementa. “Não sou eu que digo que Charles é o culpado, e sim são autos que mostram que ele é culpado”, finaliza. (Esmael Teixeira com Diário do Pará e G1/PA)

Resultado da Mega-Sena 1471: Acumulou!


image

Esquema de tráfico de drogas é desarticulado em Cachoeira do Piriá



Apreensões
Apreensões
Francisco das Chagas: Flagrado
Francisco das Chagas: Flagrado

















O combate ao crime de tráfico de drogas, em Cachoeira do Piriá, nordeste do Pará, levou a equipe de policiais civis da Delegacia local a flagrar um esquema criminoso para venda de entorpecentes, no bairro Cachoeira Velha, no município. Ao todo, 23 “petecas” de pedras de óxi de cocaína foram apreendidas com Francisco das Chagas Santos, 50 anos, que foi preso em flagrante e está recolhido à disposição da Justiça.

O flagrante foi efetuado na última sexta-feira e divulgado neste domingo. O esquema foi descoberto por dois investigadores da Delegacia de Cachoeira do Arari. Os policiais civis – Ricardo e Eduardo – observaram um usuário de drogas já conhecido na cidade em situação suspeita. Ao ser abordado, ele admitiu que havia acabado de consumir duas pedras de óxi.
Questionado, o viciado contou aos policiais que havia comprado a droga na casa de Francisco. Os agentes foram até o local, onde detiveram o acusado, que estava em frente à sua residência. Conhecido como “Negão”, Francisco das Chagas foi flagrado com uma caixa de fósforos. Dentro dela, havia 23 pedras da droga. Ainda, com o acusado, os policiais apreenderam a quantia de R$ 1.505.
Conforme o delegado Roberto Salbé, responsável pelo flagrante, o acusado é apontado como um dos mais antigos vendedores de entorpecentes em atuação em Cachoeira do Piriá. Em depoimento ao delegado, o acusado admitiu o crime. Ele afirmou já ter sido preso em outra ocasião, no dia 17 de maio de 2012, por violência doméstica praticado contra a companheira, ficando preso até 13 de setembro do mesmo ano.
Ao sair da prisão, sem conseguir emprego, passou a vender drogas. Segundo ele, o fornecedor da droga é um homem que passa de caminhão na cidade, a 15 dias, fazendo transporte de carga de adubo de Belém para a cidade de Pinheiro, no Maranhão. As investigações sobre o esquema de tráfico de drogas na região continuam.

Denúncia anônima leva a flagrante de tráfico em Santa Maria do Pará



Eduardo Alencar flagrado com drogas e dinheiro
Eduardo Alencar flagrado com drogas e dinheiro



Investigações realizadas pela equipe de policiais civis da Delegacia de Santa Maria do Pará, nordeste do Estado, levaram à prisão em flagrante de Eduardo Silva de Alencar, de apelido “Dudu”, acusado de ser responsável por um esquema de tráfico de drogas no município. Ele vendia drogas, do tipo pasta de cocaína, na praça central do bairro Barrolândia. O flgrante resultou de denúncia anônima sobre a prática criminosa de venda de drogas na praça.


Diante da informação, a equipe de policiais civis foi até o local, onde fizeram uma vigilância até conseguir flagrar o acusado com 24 "trouxas" de pasta de cocaína. Cada "trouxa" era revendida por R$ 10. Toda a operação policial foi coordenada pelo delegado Augusto Damasceno, conforme determinação do delegado-geral Rilmar Firmino, para que intensificação do combate ao tráfico de drogas na região do Salgado.

Diretoria do Paragominas diz que está de olho em meia do Paysandu


O Paragominas está nas semifinais do Parazão e vai buscando se reforçar para o restante do campeonato. A diretoria do Jacaré reuniu com o técnico Charles Guerreiro e alguns nomes foram apresentados pelo técnico à diretoria de futebol. Um jogador que atua no Paysandu está na  mira!
O diretor de futebol do PFC, Eduardo de Lima, confirmou o interesse no meia Lineker, que está no Paysandu. ‘Nos reunimos com o Charles Guerreiro e o atleta foi lembrado. Estamos conversando com o presidente do Paysandu, Vandick, e esperamos uma resposta. Acredito que ele deva reforçar nossa equipe, já que pouco vem atuando pelo Paysandu’, disse o diretor.

Para Eduardo, Lineker se encaixa perfeitamente no elenco do Paragominas e tem boas referências do atleta. ‘Tive a oportunidade de assistir a alguns jogos do Lineker pelo Campeonato Brasileiro da série C, pelo Paysandu. O atleta tem potencial e o mais importante, o Charles Guerreiro conhece o jogador e nos indicou. Vamos correr atrás para tê-lo em nosso elenco para o restante do campeonato’, afirmou.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Pagamento dos servidores do Estado começa nesta sexta-feira


Pagamento dos servidores do Estado começa nesta sexta-feira

O Governo do Estado inicia nesta sexta-feira, 22 o pagamento dos servidores públicos da administração direta e indireta referente ao mês de fevereiro de 2013. Segundo o cronograma divulgado pela Secretaria de Estado de Administração (Sead), os inativos militares e pensionistas civis e militares serão os primeiros a receber os seus vencimentos. O cronograma de pagamento encerra no dia 28, com os servidores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), da capital e do interior. Consulte abaixo o calendário completo:
Cronograma de Pagamento de Fevereiro de 2013
 Dia 22 (sexta-feira) - Inativos militares e pensionistas civis e militares;
 Dia 25 (segunda-feira) - Inativos civis e pensões especiais/ Sead;
 Dia 26 (terça-feira) - Auditoria, Casa Civil, Casa Militar, Consultoria Geral, Defensoria Pública, Gabinete da Vice-governadoria, Procuradoria Geral, NAF, Secretarias Especiais, Sepaq, Secti, Sead, Sefa, Sepof, Sagri, Sema, Secult, Sedurb, Seel, Seicom, Sejudh, Seop, Sespa, Seter, Seas, Setran, Secom e Setur;
 Dia 27 (quarta-feira) - Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar, Segup, Adepará, Arcon, Asipag, CDI, Ceasa, Cohab, CPC Renato Chaves, Detran, EGPA, Emater, Fundação Carlos Gomes, Fundação Tancredo Neves, Fundação Curro Velho, Fasepa, Funtelpa, Fapespa, Hospital de Clínicas, Hospital Ophir Loyola, Hemopa, Instituto de Artes do Pará, Imetropará, Iasep, Igeprev, Imprensa Oficial, Iterpa, Jucepa, Paratur, Prodepa, Santa Casa, Susipe, Uepa, Ideflor, Idesp, Loterpa, Companhia de Portos e Hidrovias e Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano;
 Dia 28 (quinta-feira) - Seduc 



Ascom/Sead

Homem acusado de matar a esposa no Pará vai a júri popular


 A Justiça já marcou o dia do julgamento do auxiliar de enfermagem, Francisco Charles dos Santos. Ele é acusado de matar a própria esposa, a médica Viviane Marins.
Ele vai a júri popular no próximo dia 27 de fevereiro, em Santa Maria do Pará, nordeste do estado. Ele está preso desde o ano passado, no presídio de Americano, em Santa Isabel do Pará.
O crime aconteceu em setembro de 2010, na Rodovia Belém Brasília.Segundo a promotoria, Francisco simulou um assalto na estrada e atirou na médica para ficar com os bens da família.
O advogado de defesa de Francisco alega que ele é inocente.

MÃE DO RIO REGULARIZARÁ ÁREA URBANA OCUPADA


O município de Mãe do Rio recebe no próximo dia 27 de fevereiro a visita do grupo de trabalho da Comissão de Regularização Fundiária da Universidade Federal do Pará (UFPA) com objetivo de iniciar a legalização de 5.787 lotes na parte urbana da cidade, beneficiando uma população estimada em mais de 24 mil pessoas.  A decisão foi aprovada no final de janeiro durante a assinatura do Termo de Acordo e Concordância (TAC) do Projeto Moradia Cidadã: Regularização Fundiária e Urbanística em Municípios do Estado do Pará, envolvendo o Ministério das Cidades,a Comissão e as prefeitura de Mãe do Rio, Capitão Poço, Concórdia do Pará, Nova Esperança do Piriá, Ipixuna do Pará e Tomé-Açu. Os prefeitos municipais e os membros da Comissão definiram que os demais municípios receberão as visitas do grupo de trabalho em março e abril.

Os grupos  de trabalho são formados membros das prefeituras, servidores do Instituto Nacional de Colonização para a Reforma Agrária (Incra), representantes dos Legislativos municipais,  gestores do Conselho Municipal de Política Urbana, proprietários de cartórios,  lideranças da sociedade civil e das famílias beneficiadas, além da participação de professores e bolsistas de pós-graduação e de graduação das áreas de engenharia civil, arquitetura,  direito, assistência social, administração e de tecnologia da informação.
Nesta fase do Projeto Moradia Cidadã, os grupos realizam reuniões com as lideranças das comunidades para o levantamento da realidade social, coleta de dados da legislação municipal e informações contidas nos cartórios das cidades, entre outros dados. “Realizaremos também oficinas de planejamento para integrar as equipes municipais com as comunidades, além de disponibilizar infraestrutura de trabalho com os equipamentos de GPS para o georreferenciamento  e demais materiais técnicos e didáticos necessários ao trabalho da regularização”, destaca André Montenegro, coordenador do projeto pela Universidade Federal do Pará.

Segundo ele, grande parte do desenvolvimento dos municípios amazônicos ocorreu em terras públicas federais tuteladas pelo Instituto Nacional de Colonização para a Reforma Agrária (Incra) e destinadas à reforma agrária e precisam de regularização. O Projeto Moradia Cidadã implementa soluções definitivas sobre estas áreas , as quais foram ou estão sendo transferidas aos municípios, com base na Lei Federal nº 11.952, de 2009, que dispõe sobre a regularização fundiária rural e urbana na Amazônia Legal, por meio do Programa Terra Legal, além do respaldo da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp).
Segundo André, por exemplo, nas áreas urbanas beneficiadas com o projeto nestes municípios vivem mais de 54 mil pessoas. “Existe uma insegurança jurídica quando à posse e à propriedade da terra para as famílias e as cidades. Isso impossibilita ao executivo municipal de acessar recursos para colocar em prática uma política urbana de ordenamento territorial, além de dificultar a implementação de melhorias nas áreas de saneamento, saúde, moradia, educação e transportes, frente ao crescimento populacional”, reflete.

André destaca, ainda que a ausência da titulação da posse da terra é outro obstáculo para a consolidação da cidadania das famílias, que não possuem recursos para a legalização das áreas.  “Elas ficam impossibilitadas de ter acesso ao seu direito constitucional à moradia e de buscar crédito para promover melhorias em sua habitação. Com a regularização fundiária, realizada pelo Projeto Moradia Cidadã, ganha o município, que acumula conhecimentos e técnicas para o seu desenvolvimento regional. Ganha a Universidade, que possibilita aos estudantes e bolsistas as atividades de ensino, pesquisa e atuação científico-profissional, e os moradores,  que terão o direito à titulação de posse da terra. Eles perceberão a presença do Estado colocando em prática a função social da propriedade e da cidade”, finaliza o coordenador.
 
 

Baladas e diversões: Agenda cultural para este final de semana em Paragominas.


Agenda Cultural para este final de semana.
 
Com a chegada de mais um final de semana. A dica é se divertir muito. Anote ai as dicas da nossa Agenda Cultural.
 
Dia 21 - Quinta-feira:
- O melhor da MPB é com o cantor Nad no Bar e Restaurante Xica Pitanga, a partir das 22h.

- A dupla João Vitor e Adriano se apresenta no Bar e Restaurante Piratas Grill, a partir das 22h.

 
Dia 22 - Sexta-feira:
- Na sexta-feira, que tal curtir o som ao vivo do cantor Tony Lacerda? Então é só você ir para o Bar e Restaurante Xica Pitanga, a partir das 22h.

- O cantor Ted Mark`s esta de volta a Paragominas. Ele canta no Bar e Restaurante Piratas Grill, a partir das 22h o melhor da música nacional e internacional.

 - E no Clube Nova Dimensão a agitação rola solta com a Noite das Marcantes. DJ Cleylton tocando de tudo um pouco pra você curtir a noite, a partir das 23h. Ingressos a preço popular na portaria do clube.

Dia 23 - Sábado:
- Sábadão é dia de curtição. O cantor Thiago Brandão e Banda toca o melhor da música sertaneja no Bar e Restaurante Xica Pitanga. A animação começa às 22h. 
 
- Tá a fim de curtir de tudo um pouco? A dica é curtir o som do cantor Ted Mark`s que canta novamente no Bar e Restaurante Piratas Grill, a partir das 22h.
 
Bom final de semana.
Se for beber não dirija.
Valquiria Sena, de Paragominas. 

Siga o ParagoNews

Minha lista de blogs