segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Dezembro Vermelho integra programação de empresas

O Brasil vem caminhando na contramão dos dados globais no que diz respeito à Aids. De acordo com relatório da Unaids (Programa das Nações Unidas para HIV e Aids), enquanto os casos em todo o mundo diminuíram 13% nos últimos três anos, no Brasil, o número aumento 11% no mesmo período. 

A maior preocupação é com garotos de 15 a 19 anos. Segundo a Unaids, o número de casos nessa faixa etária aumentou 53% de 2004 a 2013. Os dados preocupam e alertam para a necessidade de manter o assunto fresco na memória da população. O último trimestre do ano é repleto de cores e debates sobre saúde e como podemos nos prevenir de doenças importantes. A exemplo do Outubro Rosa (câncer de mama) e do Novembro Azul (câncer de próstata), o Dezembro Vermelho também chegou, alertando para a importância de se prevenir contra a Aids.

Para Jair Santos, presidente do grupo Paravidda - ONG que há mais de 20 anos presta auxílio e atende pessoas portadoras do vírus do HIV – todas as iniciativas de conscientização e prevenção contra HIV/Aids são muito importantes. ”Esta conscientização precisa ser diária diante do cenário atual, que aponta o crescimento de novos casos de Aids e Hepatites Virais, adquiridas por contato sexual, portanto embora esta consciência exista se faz necessária uma maior adesão de todos os segmentos da sociedade independente de idade e classe social”, destaca.

Nas empresas, o Dezembro Vermelho já está se tornando parte do calendário anual de campanhas de saúde. É o caso de muitas do polo industrial de Barcarena como a Alubar e a Hydro Alunorte, que realizou a programação pela primeira vez. A Imerys, mineradora que atua com caulim, levou a conscientização para Ipixuna do Pará durante a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat). “Aproveitamos para fazer uma palestra sobre todas as doenças sexualmente transmissíveis no Dia Mundial de Luta Contra a Aids – 1º de dezembro. Tivemos um momento específico só para falar do tema”, conta Cibele Guedes, médica do Trabalho da Imerys.

A Alubar, fabricante de vergalhões de liga e cabos elétricos de alumínio e cobre, também aderiu ao Dezembro Vermelho, abordando o tema durante os Diálogos Diários de Segurança com os colaboradores, com foco na prevenção. Além disso, a empresa está distribuindo fitinhas vermelhas e folders sob o título “Seja qual for o resultado, cuide-se e siga em frente”. 

O programa Mais Saúde, da Hydro Alunorte, maior refinaria de alumina do mundo, também promoveu a Campanha Dezembro Vermelho. O mote desta edição foi sensibilizar os empregados da empresa e de empresas contratadas sobre a importância da prevenção, além do sexo seguro. De acordo com a enfermeira responsável pelo programa, Daíres Farias, a população também precisa tomar consciência das outras formas de contágio.

“Alguns hábitos também podem ser vetor de contaminação, como o compartilhamento de materiais perfurocortantes em casa e na rua, a exemplo das barbearias, onde usam para fazer acabamento na finalização do corte de cabelo, na manicure, com o uso do alicate, ou mesmo o uso pau de laranjeira que usado para desencravar a unha, ou o compartilhamento de prestobarba, que numa casa às vezes é usado por mais de uma pessoa”, alerta a enfermeira. 

Jair Santos, do Paravidda, destaca a importância que as empresas possuem em realizar iniciativas que aumentam a conscientização e os cuidados com a saúde de seus colaboradores.  “Também se faz necessário firmar parceiras com ONGs que atuam nessa área para que possam, de forma mais didática e com toda experiência que possuem na área de diagnóstico, prevenção e assistência, enriquecer ainda mais o trabalho com os funcionários das mesmas”, disse.

Esta foi a primeira vez que a Hydro Alunorte adotou a campanha interna de dezembro vermelho, ligado a data internacional da luta contra a Aids. “Sentimos que estas mobilizações nacionais e internacionais envolvem mais as equipes por saberem que estas campanhas estão sendo trabalhadas em escala nacional e até internacional”, acredita Daíres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga o ParagoNews

Minha lista de blogs