segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Desvendado homicídio em Paragominas

Um homicídio ocorrido em Paragominas, nordeste paraense, na madrugada de sexta-feira (12), foi desvendado pela Polícia Civil neste sábado (13). A vítima, Genilson Celino de Sousa, foi morta com um tiro pelas costas após assaltar um trabalhador rural, em um ponto de ônibus na rua Manaus, no bairro Bela Vista, por volta de 5 horas da manhã. 
A vítima, que estava armada com um revólver, reagiu e atirou em Genilson e em seu comparsa Ronaldo Ferreira de Sousa, de apelido "Rei Leão", após ter o telefone celular roubado pela dupla que estava em uma moto. Depois de atirar nos assaltantes, o trabalhador rural se apresentou na Seccional da Polícia Civil em Paragominas e entregou a arma de fogo.
Conforme o delegado Jivago Ferreira, da Seccional de Paragominas, Genilson era o piloto da moto e transportava o comparsa na garupa do veículo. Os dois resolveram assaltar a vítima que aguardava um ônibus para ir ao trabalho. 
Após roubar a vítima, a dupla foi alvejada a tiros disparados pelo trabalhador rural. Genilson levou um tiro e morreu no local, enquanto que Ronaldo foi atingido na mão direita. Mesmos feridos, os assaltantes ainda chegaram a seguir na moto por alguns quarteirões até caírem em uma curva.
Ronaldo tentou fugir do local, levando o celular roubado, mas foi localizado logo em seguida e levado ao hospital. Depois, ele prestou depoimento. "Ele tentou dificultar a investigação policial, fornecendo versões diferentes sobre o fato", explica o delegado. Ronaldo é reincidente no crime de roubo e é usuário de drogas. 
O nome do atirador será mantido em sigilo para preservar a integridade física dele e de seus familiares. Por ter se apresentado espontaneamente e pelo fato de que a conduta está acobertada pela excludente de legítima defesa, ele foi liberado.
(DOL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga o ParagoNews

Minha lista de blogs