quinta-feira, 31 de março de 2016

Municípios do Pacto pela Educação avaliam resultados e traçam metas

O secretário adjunto de Ensino da Seduc, José Roberto Silva, disse que é importante reforçar a união entre os parceiros em prol da melhoria do ensino

O Grupo dos Municípios do Pacto pela Educação do Pará fez uma reunião de trabalho nesta quarta-feira (30), no auditório da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), destinada às prefeituras, empresas parceiras, associações e gestores de unidades regionais de educação, com o objetivo de avaliar os índices, discutir propostas de intervenção e apresentar novos projetos.
O secretário adjunto de Ensino da Seduc, José Roberto Silva, destacou a parceria dos municípios, das empresas, associações e do Synergos, em um esforço contínuo para a melhoria dos índices educacionais no Pará. “Agradecemos a todos pelos esforços e pelo envolvimento. Espero que possamos continuar nesse trabalho, que é de fundamental importância para a educação do Estado”, frisou.
O grupo é integrado pelos 18 municípios que aderiram ao projeto em 2015: Almeirim, Bonito, Canaã dos Carajás, Curralinho, Juruti, Melgaço, Moju, Ourém, Paragominas, Primavera, Salinópolis, Salvaterra, Santa Bárbara do Pará, Santarém, São Miguel do Guamá, Tailândia, Tracuateua e Ulianópolis.
A diretora do Instituto Synergos, Wanda Engel, falou da importância do apoio que os municípios dão ao projeto e dos compromissos que devem assumir com relação aos resultados, como capacitação de professores e melhoria na infraestrutura e gestão. “Temos que ter a humildade de assumir que não podemos conseguir isso tudo sozinhos, precisamos de todos, das parcerias, do apoio das famílias e dos nossos alunos”, destacou.
O grupo faz um trabalho de troca de experiência entre secretarias municipais de Educação e a Seduc. O mesmo ocorre com relação às empresas parceiras que colaboram de várias formas, desde palestras sobre mercado de trabalho, visita dos alunos das escolas públicas ao ambiente de trabalho como forma de preparo às exigências profissionais, apoio à reforma ou construção de escolas e orientação à prestação de contas dos conselhos.
Márcia Ribeiro e Adriana Rosa, integrantes do Escritório de Projetos do Pacto, fizeram uma apresentação sobre o Índice de Desenvolvimento da Educação do Pará (Idepa), que faz um estudo sobre a realidade paraense de forma específica, pois é baseado nos resultados obtidos pelo Sistema Paraense de Avaliação Escolar (Sispae).
Outros líderes de projetos fizeram uma avaliação sobre os resultados obtidos em 2015 e as propostas de intervenção para que possam alcançar outras metas. Foram apresentados números e ações que devem ser tomados como base para o ano de 2016, como foi o caso dos projetos Aprender Mais, Mundiar, Jovem do Futuro e Pacto Nacional de Alfabetização pela Idade Certa, este apresentado pela coordenadora da Educação Infantil e Fundamental da Seduc, Marizete Martins.
Um novo projeto, o Família Educadora, dever ser lançado no mês de abril para integrar as ações do pacto e destacar a importância da participação da família no ambiente escolar. Será um dos instrumentos para o alcance de melhores resultados na educação.
Na manhã desta quarta feira (30), em cerimônia no Palácio do Governo, outros municípios assinaram termo de compromisso e passaram a integrar o Grupo dos Municípios do Pacto: Ananindeua, Belém, Breu Branco, Cachoeira do Arari, Chaves, Goianésia do Pará, Ipixuna do Pará, Limoeira do Ajuru, Novo Repartimento, Oriximiná, Ponta de Pedras, Porto de Moz, Redenção, Santa Bárbara, Santa Izabel, São Félix do Xingu, São João de Pirabas, Terra Santa e Xinguara.
Eliane Cardoso
Secretaria de Estado de Educação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Siga o ParagoNews

Minha lista de blogs